Eleições/Fascismo

Edir Macedo vai apoiar Bolsonaro e escreve que “Ódio faz bem” em seu Twitter

O apoio foi revelado agora, mas já no dia 27 Edir preparava o caminho, escrecendo em seu perfil “o ódio que faz bem”. E segue: “…ódio tem vantagens” (…) e “benefícios”

Edir Macedo Ódio

Em 140 toques Edir consegue sinalizar para seus fiéis que afinal é bom ter ódio. Mas ali no tuite ele ainda não diz quem deveria ser o mercedor deste ódio. E eis que agora se revela: O ódio deve ser dirigido contra o PT e o instrumento para ampliar o ódio é o nazifascismo. Trágico. Segue a senda da Igreja Católica Alemã que apoiou e saudou a assenção de Hitler na Alemanha a época. A História se repete. Mas será que os cristãos de boa índole se deixarão levar de novo pela mesma conversa?

Não dá pra falar em Comunicação nestes dias sem falar na Rede Record. E não dá pra falar na Record sem lembrar do equivoco que foi, ao invés de abrir a discussão da regulação da mídia, os governos do PT acabaram apoiando Edir para se tornar “concorrente” da Globo. Eles são concorrentes econômicos mas são da mesma classe que exploram o trabalho da classe trabalhadora e no caso de Edir, também a exploração econômica da fé e dos tributos dos quais a igreja e a comunciação dele, e os outros iguais, não pagam ou até mesmo são isentos .

E agora a grande mídia já estampa em seus jornais que “Edir que apoiou Lula, agora apoiará Bolsonaro”. Mas apoiou Lula por interesse econômico, e agora apóia Blodonaro por que “ter ódio faz bem”! Tendeu?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s