Fascismo

O fascismo avança no Brasil e já aparta os “diferentes” até mesmo dentro das famílias

“Eu disse: é muito doido esse seu delírio de comunismo em pleno 2018”, conta. “Achar que eu, que sou publicitária, uma das profissões mais capitalistas do mundo, que eu sou comunista… É uma atitude muito irracional, típica de fascistas.”

O extrato acima é de artigo do UOL e mostra de forma nua e e crua a irracionalidade implantada no Brasil por mentiras repetidas milhares de vezes através de Whatsapp e outras redes sociais. Uma das grandes mentiras que parece ter pego muita gente supostamente bem informada, é a ideía de que os Governos petistas de Lula e Dilma teriam sido ruíns para o Brasil e os brasileiros. Contra todos os números e dados, que mostram o Brasil sendo alçado a 6ª economia do mundo, ter tido os maiores índices de emprego de sua história, ter tido o recorde absoluto de universidades e escolas técnicas construídas e implementadas nos 12 anos e muito mais, todo este legado dos governos petistas parece agora uma ficção quando foi realidade ali,até a 4 anos atrás. A conta do  tsunami de mentiras cujo epicentro são os grandes grupos de mídia tradicionais, mas os propagadores foram e são milhões de perfis falsos e centenas de militantes verdadeiros a serviço dos interesses do capital financeiro, já foi apresentada ao povo: o nazifascismo esta vivo, organizado  e seus operadores consciente ou incosncientemente já o praticam, exalando ódio, tentando impor o medo, dividindo famílias, pregando falso moralismo e praticando violência verbal e fisica contra adversários de idéias, dispostos até mesmo a mata-los. Mano Brown em um discurso carregado de simbologia, em evento da campanha de Haddad no RJ, disse tudo: não entendemos a comunicação como estratégica na luta classes, desdenhamos os novos instrumentos de comunicação de massa e perdemos a comunicação direta com o povo, por não mais lhes entender a linguagem, agora expressada por símbolos  imagens que estão aí, a serem vistos nos perfis de cada um nas redes sociais, profundamente estudados pela Classe dominante, mas até então não compreendidos pela esquerda. É tempo de reaglutinar forças, compreender que a comunicação é o grande campo de batalha da Luta de classes e que para que possamos avançar, há que resgatarmos a Democracia perdida, soterrada sob os escombros das instituições sem credibilidade. Só a coletividade na democracia poderá vencer a invidualidade inconsciente submetida ao totalitarismo fascista. Independente do resultado eleitoral, urge a necessidade de termos uma Frente Democrática e anti fascista que tenha por tarefa resgatar em corações e mentes o legado da democracia  das conquistas obtidas após a constituição de 1988.

Segue o link do artigo do UOL que narra a tragédia, aparentemente passageira, do mal que se instalou no seio das famílias e das coletividades e que esta a dividi-las. Só as reuniremos se compreenderem que só a POLITICA poderá ser a redentora dos bons tempos do reconhecimento e aceitação das diferenças como parte fundamental da convivência humana. Snão, restará a barbárie.

bolsonaro

https://noticias.uol.com.br/politica/eleicoes/2018/noticias/bbc/2018/10/26/meu-irmao-me-proibiu-de-ver-minhas-sobrinhas-eleicoes-dividem-familias.htm

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s