PREVIDÊNCIA

Enquanto Brasil sangra com tragédias, Governo esta comprando votos a favor da Reforma da Previdência, tragédia anunciada

Se chacinas e feminicídios aumentaram assustadoramente nestes 3 meses de Governo Bolsonaro, há uma tragédia anunciada que matará milhões idosos de fome e miséria em um espaço muito curto de tempo daqui para o futuro. É a Reforma da Previdência. Guedes, Ministro de Bolsonaro, diz claramente que reforma tem que render R$ 1 trilhão de Reais, custe o que custar.

A mídia faz questão de mostrar a compra de Deputados como se fosse um jogo. “ontem tinha tantos. Depois de Bolsonaro anunciar R$ 1 Bilhão, já são outros tantos. Mas o governo precisa “negociar mais”. Negociar mais, no caso, é colocar mais dinheiro no bolso dos Deputados. Toda esta “Reforma” é tragédia já para o futuro próximo. Tirar R$ 1 Trilhão de uma economia que gira R$ 3 trilhões por ano, é tirar um terço de todo o dinheiro em circulação. Não são só os paosentados, cujo salário mínimo será reduzido de um para meio salário minimo mensal, mas também os que estão empregados, seja de carteira assinada ou por conta própria, deixarão de ter este dinheiro que pagava aposentadorias circulando. Ou alguém acha que o banqueiro que vai receber este trilhão a titulo de “juros da dívida pública” vai comprar do boteco da esquina ou na vendinha da cidade do interior? Tragédia anunciada. Resta saber se o povo vai deixar. Por qaue boa parte dos represnetantes do povo parece só estar de olho no quanto vai levar nisto.

Leia matéria do Jornal Valor Econômico

Por Edna Simão, Malu Delgado e Ricardo Mendonça | De Brasília e São Paulo

O texto da reforma da Previdência enviado pelo governo à Câmara tem o apoio incondicional de 95 deputados federais. Outros 54 concordam com grande parte da redação, mas têm restrições a aspectos da proposta. Com isso, pode-se estimar que, se fosse levada hoje à votação em plenário, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) defendida pelo presidente Bolsonaro teria, pelo menos, 149 votos favoráveis, ressalvados os destaques, ou seja, votações separadas de trechos segregados do texto principal.O governo tem amplo espaço para buscar apoio, porque 220 deputados são classificados como indefinidos. São os que manifestam indecisão e os que não respondem sobre o assunto. Outros 144 deputados, majoritariamente os de oposição, são contrários à reforma. Os dados estão na primeira rodada de monitoramento permanente do índice de apoio à reforma da Previdência publicado com exclusividade pelo Valor a partir de hoje, elaborado pela consultoria Atlas Político. Batizado de “Termômetro da Previdência”, o trabalho permitirá ao Valor oferecer a seus leitores, em todas as suas plataformas de informação, uma inovadora cobertura do principal desafio do governo federal para este ano. Além do placar estatístico, com os nomes de todos os deputados e seus votos, serão apresentados diariamente, em página exclusiva no site do jornal, as articulações entre o Executivo e o Congresso, as negociações no Legislativo e cada passo da tramitação da proposta. O serviço estará disponível também nas edições impressas e no Valor PRO, serviço de informações em tempo real do Valor.Para ser aprovada na Câmara e então seguir para o Senado, o projeto da reforma precisa de 308 votos em um universo de 513 deputados – três quintos do total. Com os 149 votos até agora favoráveis, o governo obteve quase metade do número necessário de apoiadores. O levantamento publicado hoje foi fechado ontem às 17h51.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s