Uncategorized

BOLSONARISMO CONVOCA GUERRA NAS RUAS CONTRA O STF: INSTITUIÇÕES SOB AMEAÇA

Brasil 247 O bolsonarismo está numa ofensiva feroz contra o Supremo Tribunal Federal (STF), que põe em risco o frágil equilíbrio institucional do Brasil e pode ter um grave ponto de ruptura a partir deste domingo (17). Grupos de extrema-direita convocaram mobilizações em todo o país contra o STF, pedindo “o impeachment” de toda a Corte, uma possibilidade inexistente nos marcos da Constituição e com uma linguagem e estética agressivas que em tudo lembram o estilo do fascismo. O movimento ganhou impulso depois que Bolsonaro (presidente da República) postou em seu tweet, às 9h38 deste sábado, um vídeo de um de seus filhos, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, com ataques ao STF.

Há um frenesi que sacode a extrema-direita em todas as redes sociais, com ameças diretas ao STF e à democracia do país. Nas redes, agrupamentos de perfil de extrema-direita e alguns de traços claramente neofascistas estão convocando manifestações em todo o país no domingo. A eles estão unidos boa parte da base parlamentar de Bolsonaro, em especial os deputados e senadores do PSL. Alguns dos grupo que convocam as manifestações são: MBL, Vem Pra Rua, Revoltados On Line, Patriotas Lobos Brasil. #NasRuas e Avança Brasil.

A reação do STF e das demais instituições ao avanço neofacista é tímido. Parte do Judiciário, sob a liderança de Moro e da Lava Jato aderiu ao projeto da extrema-direita e a cúpula do Poder conciliou com o bolsonarismo, de concessão em concessão, na esperança de manter a situação nos limites institucionais -o que agora está sob risco imediato. O Executivo está sob controle da extrema-direita civil e militar e eles comando alguns dos postos chaves no Legislativo.

O presidente do Supremo, Dias Toffoli, que aliou-se a Bolsonaro ao longo de todo ano de 2018, permitindo todo tipo de ataques a Lula, ao PT, à esquerda e às instituições, esboça agora uma reação, mas unicamente porque o STF entrou na alça de mira da extrema-direita -evitando, porém, qualquer sopro de confronto com o bolsonarismo (leia aqui).  

O clima é catártico nos posts nas redes sociais. O MBL postou uma mensagem convocando as pessoas a “acabarem com a palhaçada do STF”. Mais: parodiando Eduardo Bolsonaro, que em outubro de 2018 divulgou um vídeo afirmando que “Bastam um soldado e um cabo para fechar STF”, o MBL pontou, “esqueçam o cabo e o soldado”. Pede-se o fechamento do STF, a prisão dos ministros e o fechamento do regime.

Se a extrema-direita arrastar grandes contingentes às ruas, o país amanhecerá na segunda-feira com gravíssimas ameaças à democracia; se as manifestações forem um fiasco, a crise do novo regime deverá se aprofundar. Será um domingo importante para o futuro imediato do Brasil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s