SAÚDE

Mais Médicos: Consórcio vai trazer Médicos Cubanos de volta para o Nordeste

Enquanto Bolsonaro e Guedes liquidam a Saúde Pública congelando e reduzindo recursos para a área, Governadores do Nordeste vão trazer médicos Cubanos de volta para atenderem a população mais pobre e mais distante, a qual os médicos filhinhos de papai brasileiros se recusam a atender. Novamente o Nordeste esta na linha de Frente da construção (ou recosntrução) de políticas públicas fundamentais ao povo brasileiro, que a retrógrada e entreguista elite brasileira tenta detonar com seus reprentantes no Congresso Nacional e com seu bobo da corte lançado a Presidente numa eleição fraudulenta. Segue artigo Da Revista Fórum :

Consórcio do Nordeste busca maior autonomia em relação ao governo Jair Bolsonaro e busca contato direto com organização para reativar o Mais Médicos na sua forma original

Médicos cubanos na chegada ao Brasil (Foto: Arquivo)

Os governadores dos nove Estados completaram recentemente os trâmites necessários para tornar legal o Consórcio do Nordeste, que tem como objetivo buscar uma maior autonomia em relação ao governo de Jair Bolsonaro e as políticas federais que consideram nocivas para a região.

Uma das primeiras medidas que os líderes nordestinos pretendem impulsar é a retomada do formato original do programa Mais Médicos, com a presença dos profissionais cubanos, que foram embora do país após as críticas ideológicas ao governo da ilha feitas pelo presidente Jair Bolsonaro.

Segundo o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), o Consórcio do Nordeste já está entrou em contato com representantes da OPAS (Organização Pan-Americana de Saúde), entidade liga à OMS (Organização Mundial da Saúde), e consultou sobre a possibilidade de trazer profissionais estrangeiros, especialmente de Cuba, para refazer a cobertura dada pelo Mais Médicos ao sistema público de saúde nos estados nordestinos.

Em dezembro passado, ainda como presidente eleito, Bolsonaro fez duras críticas a Cuba, dizendo que tratava os médicos cubanos como “escravos”, criando uma crise diplomática que levou o presidente da ilha, Miguel Díaz-Canel, a ordenar o retorno dos profissionais ao seu país.

Após a perda dos cerca de 8 mil médicos para o sistema, o Governo Federal prometeu que preencheria todas as vagas com médicos brasileiros, algo que não aconteceu: uma reportagem recente do New York Times mostrou que centenas de cidades brasileiras continuam a espera de novos médicos para substituir os cubanos que se foram, situação que mantém cerca de 28 milhões de pessoas sem atendimento.

Os estados nordestinos estão entre os mais atingidos por essa postura federal anticomunista: o Ceará, por exemplo, é o segundo estado brasileiro com o maior carência de médicos.

42 pensamentos sobre “Mais Médicos: Consórcio vai trazer Médicos Cubanos de volta para o Nordeste

    • Estamos falando do contrato com a entidade do Mais Médicos. Esta entidade tem uma relação contratual com os médicos que participam dela, assim como os médicos brasileiros tem contrato com as empresas médicas as quais são ligados. O Governo não pode ficar contratando médicos de outros países, um por um. Por isto o contrato com uma entidade. E esta entidade tem médicos contratados. É assim que funciona aqui e em qualquer lugar do mundo capitalista.

      Curtido por 1 pessoa

  1. Os governadores do nordeste que pagam um salário vergonhoso para os profissionais médicos brasileiros além de oferecerem condições de trabalho muito além do insuficiente, mais uma vez demonstram todo seu desprezo pelos profissionais brasileiros.
    Meu Deus! Quem ainda vota nesse povo que despreza os brasileiros?!

    Curtir

  2. Antes dos colegas cubanos, temos médicos brasileiros formados no exterior, residentes no Brasil que estão dispostos a trabalhar e ajudar a população!
    Apenas esperando a chamada do governo.
    Somos em grande Núnero, mais de 10.000.
    Dispostos a fazer o que for possível para amenizar essa carência.
    Nos falta apoio da mídia e Boa vontade dos responsáveis pela saúde do Estado.

    Curtir

    • Opa. Mas o governo já abriu inscrição 3 vezes para Médicos Brasileiros desde que os cubanos foram embora, mas boa parte das vagas nem foi preenchida e outros se inscreveram mas abandonaram o programa logo a seguir.

      Curtido por 1 pessoa

      • Olá, bom dia! Os que abandonaram foram em grande maioria os que tem CRM.
        Nossos Patrícios desejam trabalhar sim em qualquer lugar do BRASIL.
        O detalhe é que pode estar havendo boicote por parte do CFM/CRM nas inscrições deste ciclo.
        parece que tem neurologista inscrito para cidade sem estrutura, especialistas também… para cobrir vagas dos brasileiros que são formados no exterior. (E não assumem a vaga ou apenas ficam por semanas)
        são mais de 10 000 profissionais brasileiros esperando por vagas e esperando pelo revalida.

        Curtir

      • Queremos ajudar…. precisamos de apoio.
        Somos brasileiros, médicos, formados no exterior.
        Repito : somos mais de 10 000.
        O pedido seria para ao invés de contratarem cubanos ou qualquer estrangeiro, antes nos chamem.

        Curtir

  3. A boçalidade e idiotice do bolsonaro quanto ao + Médicos é tamanha que deixou milhões de brasileiros desassistidos, atirados a sua sorte mesmo sabendo o crime praticado contra os cidadãos mais humildes do Brasil que os “médicos” do Brasil (eleitores bolsonaro) não querem atendê-los embora o salário! Os Governadores do Nordeste estão corretíssimos quanto essa decisão em favor dos brasileiros mais humildes e que também pagaram esses almofadinhas, a grande maioria, médicos oriundos das Univeridades Públicas

    Curtido por 1 pessoa

  4. Os médicos cubanos estão presentes em todas as regiões do planeta, que precisam de um atendimento de saúde com qualidade, ética e dedicação, parabéns a todos que tiveram a iniciativa de retornar com esses médicos comprometidos com uma saúde gratuita, de qualidade e para todos!!!

    Curtir

  5. Fico triste por essa dura realidade que maltrata o povo do Nordeste, mas parabenizo os governantes do Nordeste por tomarem a iniciativa de revitalizar as políticas públicas tentando cobrir esse vazio deixado por aqueles que tem a obrigação de cumprí-las de acordo com o princípio da isonomia “De acordo com a Constituição Federal, o princípio da igualdade está previsto no artigo 5º, que diz que ‘Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza’.

    Curtir

  6. O Governo nunca investiu nas escolas de pobre, na minha escola só tinha professor ruim e aluno mal educado. Enquanto isso os ricos com o melhor ensino do país. Aí a gente pobre não tem como passar em Medicina. E os ricos não vão querer trabalhar nos fim de mundo. E eu to juntando dinheiro pra estudar Medicina lá na Bolívia que é acessível.

    Curtir

  7. Olá.Eu sou médica cubana e trabalhei por 5 anos no Brasil formando parte do Programa “Mais Médicos”.
    Con relação ao Consórcio de trazer Médicos Cubanos de volta para o Nordeste acho uma ótima ideia considerando que, tenho certeza absoluta ,que os Médicos Cubanos cumpriram essa tarefa com muito amor ,entrega e dedicação como sempre fazemos ,sem importar que seja população pobre ou carente. Porém minha pergunta é que vai a acontecer com os quasi dois mil médicos cubanos que ficaram no Brasil?.Esses médicos que ficaram no Brasil e que não conseguiram trabalhar ainda formaram parte de esse número de médico para trabalhar no Nordeste???.
    Aguardo Resposta.

    Curtir

    • Cara Iraida, os Médicos Cubanos vieram pra cá por um contrato estabelecido com uma entidade médica internacional que presta serviço similar ao Mais Médicos em mais de 30 países no mundo. Acho que os Governadores do Nordeste estão retomando exatamente esta relação. Estes médicos cubanos que ficaram no Brasil continuam ligados a esta instituição internacional? Quanto aos médicos ficarem aqui, foram mais de 2 mil que foram iludidos pela falsa promessa de Bolsonaro, de contratá-los. Na verdade o único objetivo era fazer propaganda da “deserção” destes cubanos, atraídos pelo capitalismo vigente por aqui. É assim que foram mostrados na mídia aqui e fora do Brasil. Ficaram “pendurados no pincel”. Bolsonaro faz guerra ideológica. Não tá nem aí pro povo pobre e muito menos pra médicos estrangeiros “desertores”. Ele congelou e agora cortou verbas fundamentais do Sistema Único de Saúde. O objetivo é privatizar mesmo. E ao privatizar, só quem tem condições de pagar, terá saúde. E aí, no caso dos médicos cubanos, viram “concorrentes” do médicos loucos por dinheiro daqui. E por isto Bolsonaro não os liberará para trabalhar mesmo.

      Curtir

      • Prezado Sr Müller
        Muito Obrigada pela sua resposta.
        Gostaria fazer outra pergunta:
        Tem previsão para quando trazer esses Médicos Cubanos para o Nordeste segundo o Consórcio??

        Curtir

      • Este é um consórcio público que precisa da aprovação das assembleias legislativas de cada Estado. E para estabelecer este acordo internacional, vai ter que ser aprovado tbm em nível federal.

        Curtir

  8. Se passarem pelo Revalida e ganharem salário integral como todos os outros não vejo problema. Se for para os estados sustentarem o governo de Cuba. NÃO MESMO! O Nordeste vai secar o poço de quem pra manter a mamata dos Castro? Da Federação é que não.

    Curtir

  9. Podem buscar médicos até no quinto dos infernos,mas paguem com recursos próprios e não vindo dos impostos pagos por nós do sul e outras regiões que sustentamos essa cambada de comunistas nojentos que se dizem políticos no nordeste.

    Curtir

  10. Tudo errado, e claro, politicos em festa na volta do caixao verde amarelo.
    Deveríamos, sim, atrair bons médicos cubanos, em seus poderes de livre escolha.
    Mas, por que será que os nossos “nao funcionam”? De qualquer forma, os menos remunerados ainda ganhariam mais que o dobro do que eles, e nao dá para pensar nisso? É o plano da educaçao que está errado?

    Curtir

    • Os médicos brasileiros são formados não pra tratar da saúde das pessoas, mas para ganhar dinheiro com a saúde das pessoas. A academia não forma médicos para clinica geral. Ela já prepara o sujeito pra virar “especialista” em alguma coisa. E o que mais nos falta é medicina preventiva, garantida sim através dos programas de saude da família PSF, que os médicos brasileiros querem distância, por que não querem ir na casa dos pobres atender.

      Curtir

  11. O presidente só disse quê iria acabar com a escravidão dos.médicos porque pagavamos10mil e os mesmos recebiam2mil o resto ficava com o governo cubano e os corruptos brasileiros sou nordestino,Branco,mais não tenho casa Grande.
    Sejam felizes pois médico sem revalidação não confio

    Curtir

    • Os médicos cubanos recebiam de acordo com suas necessidades e não um fixo de 2 mil como dizes. E iam nos rincões atender as pessoas humildes. Qualquer médico brasileiro inscrito no Mais Médicos recebia os 10 mil integrais, mas mesmo assim não se inscrevem ou abandonam. Só depois é que entram os cubanos

      Curtir

    • Vai reeditar o Mais Médicos, como está escrito no artigo, logo, os médicos não precisam nescesaariamente ser cubanos, mas se submeter as regras estabelecidas.

      Curtir

  12. Sou médico estrangeiro que estudou no extrangeiro mais moro no Brasil, com mulher e filhas brasileiras, pagando meus impostos como qualquer um, mais não tem revalida e não posso ter acesso ao mais médicos porque o programa é para quem tem crm ou é brasileiro, não existe extrangeiro nesse edital xenofobico, eu pertenço a América do Sul, mais as portas estão fechadas para exercer a medicina que tanto gosto no Brasil país das minhas filhas e esposa.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s