Uncategorized

Paulo Paim: reforma da previdência é inconstitucional e prejudicial ao país

Isso aqui não é saco de pão para ficar escrevendo poesia, minha gente. É a Constituição Federal, e os senadores têm que acordar para isso”, afirmou o advogado Diego Cherulli, que participou do debate de hoje.

O senador Paulo Paim (PT-RS), presidente da Comissão de Direitos Humanos (CDH), conduziu um debate nesta véspera de votação da reforma da previdência cujo resultado foi o seguinte: o fim da aposentadoria é inconstitucional e prejudicial ao país.

A audiência pública desta manhã, na CDH, reuniu representantes de instituições de ensino e de sindicatos de profissionais da educação para discutir o impacto da reforma da previdência na economia e na vida dos trabalhadores.

Segundo o senador Paim, a PEC paralela tramitando no Senado é inconstitucional porque reúne pontos não incluídos na proposta original aprovada na Câmara.

“O Senado está falando: ‘A PEC 6 está errada, mas, mesmo assim, eu vou aprovar e mandar uma proposta paralela para consertar o erro que eu estou aprovando’. Isso aqui não é saco de pão para ficar escrevendo poesia, minha gente. É a Constituição Federal, e os senadores têm que acordar para isso”, afirmou o advogado Diego Cherulli, que participou do debate de hoje.

Pelo debate ocorrido no colegiado presidido por Paim, muito provavelmente entidades nacionais e partidos políticos deverão ajuizar ações de inconstitucionalidade da reforma da previdência.

Com Informações do Blog do Esmael

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s