Porto Alegre

Porto Alegre: Prefeito tucano usa dinheiro público para fazer auto promoção ideológica até em jornais fora do RS

Publicidade paga no Estadão, Folha e Valor Econômico

Segundo o que consta, são R$ 35 milhões em publicidade que foram parar em Jornais como Folha de São Paulo, Valor Econômico, na traseira de ônibus que nem são de Porto Alegre e até nos porta guardanapos dos botecos da cidade.

E o que diz a publicidade? Entre outras coisas, Marchezan se auto elogia, por ter feito as reformas neo liberais antes mesmo do Brasil: Mandou demitir 1.840 servidores do Programa Saúde da Família, pretendendo privatizar a saúde pública na Cidade; quis autorizar a extinção de 3.600 cobradores de ônibus com o claro objetivo de aumentar o lucro das empresas de ônibus; arrochou salários e benefícios dos Professores Municipais entre outras barbaridades. O argumento para isto é o de que a Prefeitura estaria “quebrada”. Mas eis que o Alcaide que resolveu não pagar o 13º em dia, saca das contas da Prefeitura a bagatela de R$ 35 milhões pra pagar propagandas que além de serem absolutamente imorais, devem ser ilegais.

Propaganda foi parar também em ônibus de empresas que sequer prestam serviço pra população de Porto Alegre

A mentira publicitária fica mais descarada ainda na propaganda sobre o aumento do IPTU. Os vídeos feitos a peso de ouro pelo jeito, mostram melhorias na região central da cidade e dizem que o IPTU serviria para pagar as tais melhorias, mas todo o aumento, que foi grande para muita gente, parece ter sido destinado a pagar a tal publicidade, já que os ganhos com o aumento do IPTU e o portentoso gasto com publicidade praticamente se equiparam.

a Capital dos Gaúchos e Gaúchas paga mico ao pagar propaganda enganosa e ideológica em jornais de fora do RS.

2 pensamentos sobre “Porto Alegre: Prefeito tucano usa dinheiro público para fazer auto promoção ideológica até em jornais fora do RS

  1. Se ainda tivermos TCE e Judiciário serio (aqui pouvo se espera) ha de ser condenado por improbidade administrativa e uso indevido de recursos públicos. Cassaçao de mandato e devolução dos recursos a municipalidade.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s