economia/Rio Grande do Sul

Exportações da indústria gaúcha recuam 29% no Estado diz Jornal do Comércio. E não tem nada a ver com Corona Virus

Pela matéria do Jornal do Comércio que publico a seguir, dá no mínimo para desconfiar da ufanista manchete do Correio do Povo. Não precisa nem ser um entendedor de economia pra ver que há um processo de desindustrialização.

Print da matéria do Correio do Povo. O pastor Edir Macedo no afã de defender o indefensável, conta meias verdades fantasiosas.

Segue a matéria do Jornal do Comércio

As exportações industriais atingiram US$ 1,6 bilhão no  primeiro bimestre de 2020, com queda de 29% em relação ao mesmo período  de 2019. A forte retração, porém, ainda não parece ter forte relação com  o surto de coronavírus, que começou na China, o maior comprador do  Estado.Segundo a Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul  (Fiergs), a influência maior pela redução de 57,9% nas vendas para os  chineses no acumulado do primeiro bimestre de 2020, na comparação com o  mesmo período do ano passado, se deu pelos embarques antecipados de  tabaco entre agosto e novembro de 2019. Excluídas as vendas de tabaco, a  diminuição para o país asiático é de 38,7%.Outros fatores explicam essa redução nas vendas externas do Rio  Grande do Sul para a China no período. Embora Alimentos, setor gaúcho  com maior volume de embarques tenha ampliado 397,3% suas exportações no  mês e 504% no acumulado de 2020 na comparação com o mesmo período do ano  anterior, o segundo setor em volume de exportações para os chineses  caiu fortemente. Celulose teve um recuo de 29,9% no total exportado,  explicado em parte pelos preços mais baixos. No ano, a quantidade  exportada retraiu 67,7%, enquanto os preços, 21,3%.Os efeitos do coronavírus talvez tenham afetado mais as importações  gaúchas, por conta da interrupção das cadeias de suprimentos. As compras  de insumos e produtos da China caíram 17,7% no mês. A retração foi mais  intensa nos Bens intermediários (-20,7%) e de Consumo (-12,1%),  enquanto Bens de capital sofreu menos (-10,4%). Os itens com queda mais  acentuada foram Rolamentos e engrenagens (-35,1%), seguidos de Partes e  peças para veículos automotores (-23,5%). De acordo com a Fiergs, a  eventual falta desses produtos tem o potencial de diminuir ou até  paralisar linhas de produção no Estado, mas a extensão desse impacto vai  depender da velocidade de normalização do fornecimento nas próximas  semanas.Apesar do recuo grande das exportações industriais no acumulado do  ano, o resultado carrega, além da redução das compras da China, o  desempenho muito ruim de janeiro, quando caíram 39,7%. No período, os  menores embarques da indústria foram para China (-57,9%) e EUA (-28,3%).  Como consequência, no acumulado do ano, os setores com maiores quedas  são Químicos (-28%) e Tabaco (-38,8%).As exportações da indústria gaúcha totalizaram US$ 822,2 milhões em  fevereiro, queda de 15,8% em relação ao mesmo mês de 2019 (US$ 976  milhões). A análise por setores de atividade econômica mostra que, dos  23 segmentos da indústria de transformação que tiveram algum embarque  para outros países no segundo mês do ano, 17 caíram na comparação com o  mesmo mês de 2019.Destaque para Tabaco (-29,3%) e Químicos (-35,7%). O setor de  Químicos sofre com a queda de 69,1% dos embarques para os Estados  Unidos. Alimentos registraram nova alta, porém desaceleraram, crescendo  8,3%, a oitava variação positiva consecutiva sob a comparação mensal. Os  grupos de Carne de frango in natura (69,6%) e de Carne de suíno in  natura (71,3%) seguem como destaques.Já nas importações, o Estado adquiriu US$ 454,4 milhões em  mercadorias, com retração de 45,4% ante fevereiro do ano passado. No  acumulado do ano, o RS importou US$ 1,1 bilhão, diminuição de 29,8% em  relação a 2019.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s