Uncategorized

Secretário de Saúde da Bahia propõe termo de renúncia a leitos de UTI para pessoas que apoiam relaxamento do isolamento

Gabriela Carvalho No JC.NET10
 Leonardo Rattes/Ascom Sesab
Secretário de Saúde da Bahia sugeriu termo no Twitter – FOTO: Leonardo Rattes/Ascom Sesab

O secretário de saúde da Bahia e cardiologista Fábio Vilas-Boas, em publicação no Twitter, sugeriu que pessoas que apoiam o afrouxamento do isolamento social durante a pandemia do coronavírus, renunciem ao acesso de leitos de UTI e de ventilação para si e para seus parentes. 

Em meio à fase mais crítica da pandemia na BA, será que essas pessoas que pregam o relaxamento do distanciamento social aceitam assinar um termo renunciando o acesso a leitos de UTI e ventilação mecânica para si, para seus pais e seus filhos???

A susgestão foi feita após uma série de manifestações que aconteceram neste domingo (19) apoiando a volta do comércio e até mesmo pedindo intervenção militar, como foi o caso das manifestações no Recife e em Brasília

As manifestações do domingo feriram o decreto estadual assinado pelo governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), que proíbe aglomerações durante este período de quarentena.

No decreto estadual, assinado no último dia 23 de março, ficaram proibidas reuniões com mais de 10 pessoas. Na época o governador justificou que “a melhor estratégia no combate à disseminação do vírus, neste momento, é o isolamento social”.

Governadores do Nordeste se pronunciaram contra as convocações do presidente e pediram união para combater o novo coronavírus.

9 pensamentos sobre “Secretário de Saúde da Bahia propõe termo de renúncia a leitos de UTI para pessoas que apoiam relaxamento do isolamento

  1. A entender como pandemia e não como uma manobra da esquerda global patrocinada pela China, “que só se dá bem” vamos nos manter de quarentena SINE DIE, do contrário estamos certos, e para segurar, até porque, ,no mínimo, 70% será, infectada, continuar isolando os grupos de riscos, administrar transportes com rodizio bcos e empresas usar EPIs, testar largamente e os que, apresentarem os sintomas, fazer uso, do azt+hidro largamente no início, até que chegue a vacina.
    O que no país não pode é cruzar os braços como muitos estão exigindo, mas tendo por trás o vies politico, para derrubar o Presidente, que vem sendo arquitetado, desde a tentativa em mata – lo na Campanha, e de lá pra cá nada mudou, neste evento tentam apresentar uma narrativa pra derruba-lo que não convence ninguém, e se tentarem, vão tocar, fogo neste país. Infelizmente ,
    A, sensatez, não é companheira de,, quem quer ,assumir o poder, a qualquer, preço, ( …)

    Curtir

  2. Parabéns Fábio fico feliz de ver sua postura, no início eu até achava suas falas lentas e depois fui me acostumando com vc, não o conheço pessoalmente, mas ganharia um voto meu com certeza.

    Curtir

  3. Faz assim ,secretário!!Coloca esse povo que quer sair do isolamento sem nenhuma segurança no Bird Mark 7!! O verdinho que deve estar no depósito dos hospitais, kkk

    Curtir

  4. Vamos seguir rigorosamente as orientação para manter o isolamento social. É a nossa vida e a dos nossos semelhantes que precisam ser preservadas. Quem entende de medicina são os médicos; sigamos a orientação deles. Com saúde conseguiremos o nosso alimento, portanto, a palavra de ordem é: “Fique em casa”.

    Curtir

  5. Gostaria de sugerir que os defensores da reclusão social imposta ao povo, ao comentar colocasse a profissão e onde trabalha. Ficaria bem mais fácil entender essa defesa. Muita hipocrisia dessa gente. – Aposentado, 68, consultor de TI.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s