Porto Alegre

O DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE (05/06) E O EFEITOS COLATERAIS DA PANDEMIA EM PORTO ALEGRE E NO MUNDO

Poucos carros circulando e até a fuligem nas paredes do Viaduto da Borges em Porto Alegre diminuiu. Imagina quão benéfica esta parada para a respiração e para a vida das pessoas. É sobre isto que versa o comentário do Vereador Comassetto, que reproduzo a seguir

*Engº Comassetto em suas Redes Sociais

Para conter o avanço acelerado do Covid-19, os países adotaram a quarentena e até o confinamento de seus cidadãos. Milhões de carros deixaram de circular no mundo e muitas indústrias paralisaram ou reduziram sua produção. Também as pessoas adotaram o consumo mais consciente, em bens necessários e menos em supérfluos.

O resultado disto já foi confirmado por cientistas da China e Europa: o ar ficou muito mais limpo e o número de pessoas afetadas por doenças respiratórias, em função da poluição, reduziu muito.

Muita gente também descobriu como utilizar as novas tecnologias para não precisar ir todos os dias aos locais de trabalho. Dá para trabalhar de casa e assim consumir menos combustível e passagens. Ganham com isto os trabalhadores e os empregadores.

E também foi possível ver de forma mais escancarada a miséria e a pobreza dos milhões que trabalham hoje para ter comida na mesa do dia seguinte, não tendo como fazer uma poupança. Vários Países da Europa criaram ou ampliaram programas de RENDA BÁSICA. Não é Renda Emergencial, é RENDA BÁSICA paga a todos que não têm um patamar mínimo de Renda.

A Riqueza que o mundo gera com as novas tecnologias é muito maior que há 20 anos atrás. Mas a riqueza de todos está se acumulando nas mãos de cada vez menos gente, porque ao invés de reduzir horas de trabalho e melhorar a vida dos trabalhadores, os capitalistas preferem ficar com este dinheiro todo para si.

Com a Pandemia, é possível entender que o ser humano não precisa consumir indiscriminadamente, mas também foi possível ver que se as empresas trabalharem menos, com mais tecnologia, vão poluir menos.

Da Pandemia o mundo todo e todo mundo deve tirar a lição que nos ensina o Papa Francisco: usar uma parte da riqueza que o mundo produz para Criar a Renda Básica Universal.

Com a Renda Básica Universal, todos vão ter água tratada, alimentação e vida dignas no Planeta Terra, limpo da poluição gerada desnecessariamente para aumentar a riqueza de poucos.

#semanadomeioambiente
#meioambiente
#meioambienteagradece

*Carlos Comassetto é Engenheiro Ambiental e Vereador em Porto Alegre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s