Uncategorized

14 anos depois do Crime cometido, Lava Jato tenta usar Serra para continuar respirando por aparelhos

A força-tarefa Lava Jato tenta reavivar-se deflagrando nesta sexta-feira (3) operação contra o senador José Serra (PSDB-SP). A movimentação contra o tucano ocorre em um momento que procuradores de Curitiba são acusados de trair a Pátria e servir os Estados Unidos.

Segundo denúncia do Ministério Público Federal (MPF), Serra usou o cargo de governador entre 2006 e 2007 para receber da Odebrecht pagamentos indevidos em troca de benefícios relacionados às obras do Rodoanel Sul.

De acordo com a força-tarefa Lava Jato, a Odebrecht pagou milhões de reais por meio de uma rede de empresas no exterior, para que o real beneficiário dos valores não fosse detectado pelos órgãos de controle.

Ainda de acordo com a operação, o empresário José Amaro Pinto Ramos e Verônica Serra, filha do ex-governador, constituíram empresas no exterior, ocultando seus nomes, e por meio delas receberam os pagamentos que a Odebrecht destinou ao então governador de São Paulo.

Feito o registro factual da notícia, voltemos à realidade.

A Lava Jato foi flagrada em mensagens da Vaza Jato, no ano passado, afirmando que se sentia constrangida por denunciar políticos do PSDB e DEM. O Código Penal chama isso de “prevaricação” cujo crime é tipificado pelo art. 319.

Numa reportagem de 25 de agosto de 2019, O site The Intercept Brasil divulgou uma lista dos intocáveis no âmbito da Lava Jato: os bancos, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), o senador Alvaro Dias (PODE) e o chefe da Casa Civil Onyx Lorenzoni (DEM).

As conversas privadas dos procuradores e do ex-juiz Sérgio Moro, divulgadas pela série Vaza Jato, deixam clara a obsessão para tirar Lula da disputa de 2018 e de livrar o aliado FHC de investigações, mas, segundo as mensagens, o tucano era “apoio importante” que não podia ser constrangido.

Retornemos aos dias atuais.

Do Blog do Esmael

Um pensamento sobre “14 anos depois do Crime cometido, Lava Jato tenta usar Serra para continuar respirando por aparelhos

  1. Menos que “buscar” uma improvável “sobrevida”, esta “Ação?” (em Tudo, absolutamente extemporânea), da “Operação F@R$@-R@T@$”, busca Desviar as Atenções, não das Mídias “IMPRENStitutas PIG/GAFE”, mas da População em geral, sobre á “P1K@” do tamanho de um K0M3T@”, prestes a “kutuka-los” Contundentemente…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s