mídia/Rio Grande do Sul

Rádio Gaúcha (RBS) manda Kelly Matos e Luciano Potter entrarem ao vivo em “ringue” pra ajudar Moro contra Lula

Moro confessou que enfrentou Lula num ringue, segundo ele mesmo, onde ele era o juiz e oponente de Lula. Pra quem quiser ler, é só clicar aqui.

Como estamos falando de uma Luta que não terminou, a mesma turma que ganhou uns rounds de 2016 pra cá, mas não conseguiu eliminar o oponente, tá se agrupando de novo, pra ver se desta vez ganham a luta. Mas já deu pra ver que no mano a mano ele não ganha. Então a Globo e suas “afilhadas” já estão até colocando gente pra cima do ringue pra ver se finalmente derrotam o idoso de 72 anos.

Não ouvi o debate ao vivo entre apresentadores da RBS contra Lula. Era só mais uma entrevista das centenas que Lula tem dado em todo o mundo.

Mas me chamou a atenção a movimentação nas redes, de criticas de gente de esquerda a postura dos jornalistas(sic) durante o que eu achava até então tratar-se apensa de uma entrevista.

Não foi. Foi um Debate. Com os “jornalistas” debatedores assumindo as posições da Globo, de equiparar Lula e Bolsonaro e de quebra ainda culpar o PT pela eleição de Bolsonaro. É a narrativa que a Classe dominante esta a fazer agora, já que a Lava Jato e suas delações altamente premiadas parecem já não render os mesmos frutos. Aliás, fruto das cinematográficas operações da Globo com Moro, Dallagnol e a PF, é que nasceu parte da equivocada vinculação do PT, e de Lula, com a corrupção.

Mas a Globo venceu de goleada aquele round de narrativas, com o inestimável apoio de Steve Banon e sua gang de bolsonaristas, que tem divergências entre si, mas como representam os interesses da mesma classe,se juntaram ali, como sempre se juntam ao fim e ao cabo: A vitória foi deles, e o Presidente empossado foi Bolsonaro.

Moro não foi Juiz que media e julga. Moro confessou que enfrentou Lula num ringue, segundo ele mesmo, onde ele era o juiz e oponente de Lula. Ta escrito aqui, pra quem quiser ler. Nenhuma justiça…e nenhum questionamento da Globo e de sua filial gaúcha também.

Pelo contrário: A Gaúcha mandou dois “entrevistadores” novos subirem no ringue e ajudarem Moro a enfrentar o Lula.

Já o David Coimbra tava no ringue a muito tempo. Dizem até que entrou antes do Moro. E tem uns golpes baixos, mas que parecem “legais” pra quem olha da platéia. Este tem lado bem definido do lado dos patrões da barranca do Dilúvio. A novidade, pelo menos pra mim, são os outros dois.

Leia no artigo a seguir, do 247, a descrição deste embate e ouça todo ele, pra tirar suas próprias conclusões:

Internautas se revoltam com tratamento dado a Lula em entrevista na Rádio Gaúcha

Nas redes sociais e no bate-papo da entrevista no YouTube, espectadores reclamaram que o ex-presidente foi muito interrompido e que apresentadores estavam despreparados

Entrevista de Lula à Rádio Gaúcha
Entrevista de Lula à Rádio Gaúcha (Foto: Reprodução | Ricardo Stuckert)

Brasil 247 – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva refutou comparações feitas com Jair Bolsonaro durante entrevista à Rádio Gaúcha, concedida nesta quinta-feira (9). Internautas se revoltaram com o tratamento dado a Lula pelos entrevistadores do veículo gaúcho Kelly Matos e Luciano Potter.

Algumas perguntas tiveram como intenção aparente mais provar o ponto de vista dos jornalistas, – e em alguns momentos com constrangimento a Lula – do que cumprir o objetivo de saber a resposta, o propósito básico de uma entrevista.

“Como são parecidos os discursos do senhor e de Jair Bolsonaro. Vocês dois odeiam a Globo. A Globo quer derrubar todo presidente da república”, comentou Potter. 

“A Globo trata diferentemente as pessoas. Ela não gosta de Bolsonaro, mas adora a política de Guedes, a privatização, tirar direitos dos trabalhadores”, respondeu Lula.

Em seguida, Kelly Matos pede a palavra: “Quando as pessoas falam que os comportamentos são parecidos, uma simetria ou falsa simetria, como alguns falam, entre o senhor e Bolsonaro, que vocês reclamam da Globo, de jornalistas… Os dois polos se encontram? O senhor é parecido com ele?”.

“Alguém que fale que há semelhança ou é ignorante ou é má-fé”, rebateu o ex-presidente. 

Em outro momento, Lula chama o ex-juiz da Lava Jato e ex-ministro Sérgio Moro de “mentiroso”. A apresentadora interrompe sua fala e faz uma provocação: “Presidente, você está rancoroso, fui pesquisar seu signo, está focado no Moro”.

Depois, outra pergunta provocadora: “mas por que a segunda instância lhe condenou, presidente?”. “Porque votou no que Moro escreveu”, afirmou Lula. “Mas é muita gente contra o senhor”, voltou a alfinetar o entrevistador. 

Lula também teve que ouvir de um dos apresentadores: “Você só pode ter uma relação caso de amor com Moro, só fala dele”, sendo interrompido mais uma vez. “O Bolsonaro faz igual a você, fica tentando agradar o povo”, continuou.

O ex-presidente disse por fim: “Não tenho ódio, agora não posso deixar de tratar um cidadão que me acusou de chefe de quadrilha (Dallagnol)”. “Eu duvido que vocês perdoariam”, complementou.

Pouco antes de a entrevista ser encerrada, Kelly Matos, após interromper Lula em mais uma ocasião, disse que precisava ir para o intervalo, pois estava sendo “pressionada”. Ela então sugere que eles voltem com Lula após o intervalo para “mais uma última pergunta”. Lula, no entanto, não retornou para a conversa, o que revoltou os internautas que assistam à entrevista pelo Youtube.

Eleições

Ao abordar as eleições de 2022, Luciano Potter afirmou que “a rejeição ao PT ajudou Bolsonaro a ganhar a eleição”. “O PT vai se retirar (das eleições de 2022)?”, questionou.

O apresentador prosseguiu: “É o maior partido da democracia recente brasileira. Por isso pergunto, porque que há rejeição? A rejeição colabora com o Bolsonaro, então o senhor está elogiando o Bolsonaro. Se a rejeição ao PT não colaborou com o Bolsonaro, o senhor está fazendo o maior elogio a história do Bolsonaro”. 

O ex-presidente respondeu afirmando que “quem ajudou Bolsonaro foram as pessoas que não quiseram votar no PT”.

Outra pergunta feita a Lula durante a entrevista: “se no segundo turno apontarem Bolsonaro e Moro, quem o senhor ajuda?”. “Eu votaria em branco. Isso (disputa entre os dois) não vai acontecer”, respondeu o ex-presidente. 

“Dizer que o PT é responsável pelo Bolsonaro é uma heresia. Lembro sempre que no dia seguinte da eleição do Trump muita gente foi pra rua protestar. E o Trump disse: por que essas pessoas não foram votar na Hillary? O dado é que 8 milhões de americanos deixaram de votar”, afirmou ainda Lula.

2 pensamentos sobre “Rádio Gaúcha (RBS) manda Kelly Matos e Luciano Potter entrarem ao vivo em “ringue” pra ajudar Moro contra Lula

  1. Pingback: Rádio Gaúcha (RBS) manda Kelly Matos e Luciano Potter entrarem ao vivo em “ringue” pra ajudar Moro contra Lula

  2. A RBS convida o Lula para uma entrevista, que se presume gire em torno de política. Aí vem as antas e começam a mostrar a preocupação pela forma precípua como, tanto Lula como Bolsonaro, encaram as abordagens da Globo. Será burrice, falta de capacidade de manter o foco ou falta de assunto mais interessante?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s