Uncategorized

O que escondem as bandeiras do Eduardo Leite: RS perdeu cerca de 7 mil lojas desde o início da pandemia

Escolher entre manter a economia de pé X a vida dos que mantém a economia de pé, mostram a sem-vergonhice dos atuais governantes.

Não há economia sem trabalho. E não há trabalho sem trabalhadores. O lucro de um empresário é parte do valor cobrado sobre um produto ou serviço que é feito…por trabalhadores. Isto inclui também todos aqueles que são submetidos a novas formas de trabalho, como os milhões de trabalhadores para aplicativos como motoristas, entregadores e outros.

Se queriam abrir, em vez de se esconder atrás de bandeiras coloridas, por que não garantiram testagem em massa e confinamento por 15 dias de todos que estivessem contaminados? Coréia do Sul, Cuba, Vietnã e outros países que o fizeram, já tem sua economia funcionando a pleno.

Não é por causa da pandemia, mas sim por causa do caos econômico em que Guedes e o capetão enfiaram o Brasil. O Dólar já beirava os R$ 5,00 antes mesmo de começarem a falar em Corona Virus por aqui.

Eduardo Leite segue o mesmo receituário do Guedes. Não tá nem ai pra vida dos trabalhadores. Ele quer é saber …da economia. E quer cortar despesas do Estado…E corta …Na Educação, na Saúde…Os Professores do RS estão entre os que ganham os menores salários do Brasil.

Eduardo Leite não quer resolver nada. Quer jogar as contas nas costas do povo. E o que ele faz? Vai aumentar o Imposto sobre o gás por exemplo, mas vai baixar o imposto sobre a Gasolina. Vai aumentar o imposto sobre o Leite e outros produtos da Cesta Básica, mas vai continuar dando incentivos fiscais pra empresas que não geram nada de empregos para que trabalhadores possam trabalhar. E ter Salários…pra poder comprar…nas lojas que estão fechando.

A opção dos Empresários gaúchos, cegos e trouxas, foi apoiar as bandeiras coloridas do Eduardo Leite. Aí pode abrir e podemos vender, pensam os lojistas. Mas vender até quando e pra quem, cara pálida?

Por que Eduardo Leite e seu antecessor Sartori, mandaram embora industrias de porte por que geram milhares de empregos, como é o caso do Pólo Naval de Rio Grande por Exemplo. E agora Eduardo Leite aceita de sangue doce que o Governo do Bolsonaro e do Guedes venha aqui e feche também uma industria de Ponta, a CEITEC, a Única empresa brasileira de tecnologia de Ponta,

A crise econômica do Estado aconteceria de qualquer jeito, por que quem esta governando lá e cá, não tá nem ai pra Economia Local e se há emprego e salário pra todos ou não. Esta gente não compra no boteco da esquina ou no mercadinho da vila. Eles compram em loja de grife, pela internet, e nem assim compram daqui. Senão, por que o Eduardo Leite teria mandado deixado ir embora a Mercado Livre e seus mais de 500 empregos diretos e mais a arrecadação que o Estado teria ali?

É isto. A gauchada já tá chorando o “leite derramado”. E vai chorar mais. Infelizmente .

Acorda gauchada!

Rio Grande do Sul perde cerca de 7 mil lojas desde o início da pandemia

Na luta contra o coronavírus, a atividade econômica tem sido profundamente afetada – nas palavras dos próprios empresários -, e o comércio e os serviços foram os mais atingidos até agora. Dados da Fecomércio-RS apontam que, de março a junho deste ano, o varejo perdeu 33.168 postos de trabalho e 42.208 vínculos formais nos serviços em todo o Rio Grande do Sul. Em Porto Alegre, foram extintas 14.258 vagas nos serviços e 7.652 no comércio.

Já no Estado, até junho, mais de 5,5 mil lojas fecharam as portas definitivamente, segundo a Associação Gaúcha para o Desenvolvimento do Varejo (AGV). Os números mais recentes já chegam a 7 mil desistências.

“Não se consegue perceber porque todas as empresas não essenciais estão com as cortinas baixadas, mas quando acabar a pandemia veremos que serão muitos os que não irão retornar”, comenta o presidente da AGV, Sérgio Galbinski. “Porto Alegre tem 11,8 mil empresas de comércio e 108 mil comerciários. Destas, aproximadamente 20% não voltarão a abrir, porque já fecharam ou vão fechar”, resume o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Porto Alegre, Irio Piva.
Fonte JC/Fecomércio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s