Racismo

Vereadora negra eleita do PT sofre ameaças racistas em SC

A vereadora eleita Ana Lúcia Martins, do PT de Joinville, está sendo alvo de violentas agressões em suas redes sociais. Negra, professora e servidora pública aposentada, é a primeira mulher negra eleita para a Câmara de Vereadores da cidade. O PT estadual divulgou nota denunciando a situação e exigindo imediatas providências das autoridades 

A vereadora eleita Ana Lúcia Martins, do PT de Joinville, está sendo alvo de violentas agressões em suas redes sociais. Negra, professora e servidora pública aposentada, teve suas redes sociais invadidas e sofreu ameaça de morte. Ela é a primeira mulher negra eleita para a Câmara de Vereadores da cidade.

“Sabia que não iria ser fácil”, disse Ana Lúcia em suas redes sociais. “Estava ciente que enfrentaria uma certa resistência em uma cidade que elegeu apenas na segunda década do século XXI a primeira mulher negra”, destacou. Mas afirmou que “não esperava ataques tão violentos e com aval de parte pessoas que se declaram profissionais da imprensa”.

Partido dos Trabalhadores de Santa Catarina emitiu nota oficial denunciando a situação e prestando solidariedade à vereadora. “O PT repudia veementemente os violentos ataques de cunho racista e, o mais grave, ameaças de morte sofridos por Ana Lúcia desde o último domingo, quando foi eleita com 3126 votos a primeira vereadora negra da história de Joinville”, afirma a nota do partido.

Veja a nota na íntegra:

O Partido dos Trabalhadores de Santa Catarina presta sua solidariedade à vereadora eleita, professora e servidora pública aposentada, Ana Lúcia Martins, do PT de Joinville. O PT repudia veementemente os violentos ataques de cunho racista e, o mais grave, ameaças de morte sofridos por Ana Lúcia desde o último domingo, quando foi eleita com 3126 votos a primeira vereadora negra da história de Joinville.

Desde domingo, mesmo antes da divulgação oficial do resultado da eleição, Ana Lúcia já havia sofrido uma série de ataques, inclusive reações racistas por parte de um radialista da cidade. Durante a noite, suas páginas na internet foram invadidas. A vereadora eleita passou a receber ameaças de morte de um perfil fake no Twitter, que destila todos os tipos de preconceitos e discriminações possíveis. Em diversas situações, esse mesmo perfil informa estar organizado com outras pessoas de Santa Catarina, em uma denominada “Juventude Hitlerista”.

O PT-SC pede que todas as que as autoridades tomem providências para que os autores desses ataques sejam investigados e responsabilizados criminalmente. Infelizmente, os autores desses ataques estão dispostos a promover uma onda de violência e ódio, com o intuito de desestabilizar a vereadora e o partido na cidade. Esses fatos demonstram que a intolerância, a discriminação e o preconceito precisam ser repudiados e combatidos em nossa sociedade.

Ana Lúcia representa um projeto coletivo, construído pelo Movimento Negro de mulheres e homens, pela organização e coletivos de mulheres e feministas, por diferentes partidos de esquerda, de pessoas sem partido e de outros movimentos sociais. – Não vão nos calar. Não vamos recuar. Seguimos firmes, com coragem e disposição para defender os direitos da população negra, das mulheres, da juventude, da população periférica, Imigrantes e refugiados e da classe trabalhadora, vereadora eleita. Ana Lúcia.

Décio LimaPresidente do PT-SC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s