Luta de classes/Racismo

Racismo e Luta de Classes: Carrefour abandona e demite trabalhadores que mataram outro defendendo a empresa!

Soube pela mídia que o Carrefour e a empresa de vigilância demitiram os seguranças que assassinaram o trabalhador negro. Sei que muitos até darão razão para a empresa. Mas a única razão destes trabalhadores serem contratados e fazerem o que fazem, é por que a empresa os contratou para defender a sua propriedade e não a dos trabalhadores em questão.

Obviamente o crime tem características de racismo. Se fosse um branco, o trabalhador não seria espancado da forma como foi, por que nem seria conduzido como foi.

Mas os agora assassinos, agiram assim por que estavam a serviço da empresa. Ou alguém acha que 6 pessoas, como aponta a polícia, teriam eles mesmos elaborado um plano para assassinar João Alberto ? E pior: Entre os 6 apontados pela polícia, pelo menos 4 são afro descendentes.

São os trabalhadores que produzem e geram as riquezas do mundo. Ou alguém acha que o dono do Carrefour (Quem é ele mesmo?) conseguiria fazer todas as compras, distribuição e venda de toda esta quantidade de produtos que as milhares de unidades do Carrefour vendem todos os dias se não fossem os seus milhares de trabalhadores? Aliás, trabalhadores de todas as etnias, espalhados pelo mundo, que por necessidade se veem obrigados a trabalhar pelos baixos salários que multimilionário dono do Carrefour paga para gente que por conta disto se dispõe até a matar pela empresa?

Ou alguém acha mesmo que estes seis trabalhadores, alguns deles afrodescendentes, mataram um outro trabalhador negro só pelo prazer de matar? Será que eles se juntariam pra matar o João Alberto se o Carrefour não os tivesse contratado para defender a propriedade da empresa?

Defesa da Propriedade até a entrega da própria vida, esta umbilicalmente ligado a Escravidão dos negros no Brasil. E Escravidão negra em massa, foi a forma de exploração do trabalho que as classe proprietárias mantiveram no Brasil até quase começo do Século 20.

Então, o racismo que nos assola, que está instalado lá no fundo de nossa memória e de vez em quando salta pra fora em termo de piadas ou citações para alguns, mas de forma violenta para outros muitos, esta diretamente associado ao tema da Exploração do Trabalho no Brasil.

E este artigo de forma nenhuma esta a contestar o lucro obtido por alguns sobre o trabalho de muitos, que é a forma do capitalismo.

Aliás, em algum momento na história este capitalismo quis ser a redenção daquilo que foi a escravidão.

Ler o pensamento do Gaúcho Alberto Pasqualini, que de comunista não tinha nada, ajuda a entender o caminho que deveríamos tomar , pra que não saiamos por aí defendendo a condenação de assassinos e não cobrar a condenação dos que os contratam para defender a propriedade, dispondo para isto da própria vida do contratado e de seus familiares . Senão, daqui a pouco teremos a barbárie.

O Pensamento Vivo do gaúcho Alberto Pasqualini é luzeiro para nos defendermos do fascismo que avança sobre o Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s