Uncategorized

Manifesto de Empresários em apoio ao TSE expressa ansiedade de muitos dos signatários, que apoiaram Bolsonaro

A Ânsia por uma 3ª Via contra Lula e o PT é grande. Muitos dos empresários e “intelectuais” que assinam o Manifesto lançado nesta quarta-feira, são próceres tucanos e tem em comum um ódio visceral do PT e de qualquer forma de organização da Classe Trabalhadora.

Nunca esquecendo que o TSE já tinha em mãos as provas de todas as fraudes e trampulinagens de Bolsonaro nas Eleições de 2018 e não fez nada com isto. E não foi do TSE, mas do STF, do mesmo Judiciário, o comando da Seção que selou o Golpe contra Dilma e jogou o Brasil na nhaca que agora vivemos.

Todos eles sabiam quem era Bolsonaro bem antes das eleições de 2018. Mesmo assim, boa parte deles fez questão de chamar o voto “contra o que tinha antes”, como falou naquela época Roberto Setúbal, do Itaú, um dos que assinam o tal manifesto com “intelectuais” tucanos como Pérsio Arida e Pedro Malan.

Eles querem se livrar de Bolsonaro agora, no fim do jogo, quando os gols que eles queriam já foram feitos quase todos. Desmonte e venda da PETROBRAS, ELETROBRAS, CORREIOS; Reforma Administrativa; Deforma Trabalhista que liquidou direitos dos trabalhadores conquistados durante quase um Século; desmonte dos Programas e Polícias Sociais e de Educação e por aí vai.

Para esta gente, Bolsonaro só errou quando não conduziu bem o tema da Pandemia, mas como ainda não tinha vendido a ELETROBRAS e feito outras maldades contra os trabalhadores e o povo, resolveram deixá-lo lá mais um pouco.

O Custo disto já chega a 600 mil vidas de Brasileiros mortos por COVID-19.

Mas muito mais mortes, fome e miséria advirão pelo Desemprego, pela desindustrialização e pelo desmonte das politicas sociais, de Saúde, Educação, Trabalho e outras apoiadas por esta gente que agora tá braba com o Bolsonaro mas que na maioria continuam “contra o que tinha antes”, ou seja, um Estado de Proteção Social, mesmo que não tão grande quanto deveria ser, mas muito maior do que o Estado Mínimo que a turma da “3ª via” quer oferecer.

Discussão sobre Voto Impresso é só mais uma Cortina de Fumaça contra os ataques que ainda não foram concluídos, como a Venda do Correios, a Reforma Administrativa e a liquidação agora oficialmente anunciada por Bolsonaro, da Estrutura de Assistência Social com o fim do CADÚNICO – Cadastro Único das Políticas Sociais , que acontecerá a partir do “novo” Bolsa Família.

Segue artigo Da URBS MAGNA sobre o tal Manifesto:

Documento diz que a sociedade não aceitará aventuras autoritárias do presidente e que o Brasil terá eleições com resultados respeitados O post Empresários e intelectuais manifestam-se em apoio ao TSE e contra Bolsonaro apareceu primeiro em Urbs Magna.

Empresários e intelectuais manifestam-se em apoio ao TSE e contra Bolsonaro — Urbs Magna

Documento diz que a sociedade não aceitará aventuras autoritárias do presidente e que o Brasil terá eleições com resultados respeitados

Um grupo de mais de 200 empresários, economistas e intelectuais divulgará nesta quarta-feira uma manifesto de apoio ao processo eleitoral brasileiro em resposta aos ataques do presidente Jair Bolsonaro à urna eletrônica e ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Roberto Barroso. O texto diz que o “Brasil terá eleições e os seus resultados serão respeitados” e afirma também que a  “sociedade brasileira é garantidora da Constituição e não aceitará aventuras autoritárias”.

Assinam o documento, entre outros, os empresários  Luiza Trajano (Magazine Luiza), Guilherme Leal (Natura) e Roberto Setúbal (Itaú); os economistas  Armínio Fraga, Pérsio Arida e André Lara Resende; os líderes religiosos Dom Odilo Sherer (cardeal arcebispo de São Paulo) e Monja Coen; os médicos Raul Cutait, Drauzio Varella e Margareth Dalcomo; os ex-ministros José Carlos Dias, Pedro Malan, Paulo Vanuchi e Nelson Jobim; e os professores universitários Luiz Felipe de Alencastro e Candidato Mendes de Almeida.

“Apesar do momento difícil, acreditamos no Brasil. Nossos mais de 200 milhões de habitantes têm sonhos, aspirações e capacidades para transformar nossa sociedade e construir um futuro mais próspero e justo. Esse futuro só será possível com base na estabilidade democrática”, afirma o manifesto.

O texto ainda ressalta que “o princípio chave de uma democracia saudável é a realização de eleições e a aceitação de seus resultados por todos os envolvidos”. “A Justiça Eleitoral brasileira é uma das mais modernas e respeitadas do mundo. Confiamos nela e no atual sistema de votação eletrônico”, afirma.

Carlos Ari Sundfeld, professor da FGV-Direito São Paulo e um dos idealizadores do manifesto, diz que o documento é uma resposta após a fala  de Bolsonaro na segunda-feira em que o presidente atacou o presidente do TSE e o acusou de prestar um desserviço ao país. Por meio de grupos de diálogo já existentes, os signatários decidiram pela elaboração do manifesto.

“Queremos mostrar que a sociedade não considera normal o presidente atacar instituições que estão exercendo a sua função. É importante que os mais diferente setores estejam unidos na confiança na Justiça e no processo eleitoral”.

Sundfeld destaca que o signatários possuem diferentes visões políticas e são oriundos das mais diversas atividades profissionais.  O grupo, segundo ele, reconhece um risco para a democracia e está disposto a defendê-la.

Ainda de acordo com o professor, o manifesto é apenas o primeiro passo. A expectativa é que a Congresso enterre o projeto que institui o voto impresso, mas, se isso não ocorrer, uma das possibilidades debatidas é questionar a constitucionalidade do texto.

O Globo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s