economia/Inflação/Rio Grande do Sul

Em apenas um mês cesta básica subiu 10% e já esta em R$ 616,00 mostra levantamento do PROCON – SL

Assustadora comprovação de que a Economia no Brasil inteiro esta fora de controle. Embora a Inflação Oficial mostre que já chegamos aos 2 dígitos, na vida real e pra quem mais precisa, a história esta bem mais feia. Leia a seguir o informe da Prefeitura de São Leopoldo, que através do PROCON local realiza um prestimoso serviço a comunidade relatado no Informe.

Valor da Cesta Básica já passa de meio Salário Mínimo. Já pensou?

Levantamento de Preços da Cesta Básica realizado pelo PROCON SL no mês de SETEMBRO de 2021 aponta um acréscimo de 10% em relação ao mês de agosto.

Foi realizada na segunda semana de setembro de 2021 pelas servidoras Cibeli Prado e Patrícia Ferreira, pesquisa de valores de produtos que compõem a Cesta Básica, buscando em supermercados na região central do município os menores valores dos 27 produtos que compõem a lista. A pesquisa é realizada mensalmente, verificando as variações através de um comparativo sempre do mês atual, para o mês anterior nos preços dos mercados e também considera o mínimo necessário para um consumo familiar.


Neste mês de setembro, verificou-se um aumento de 10% em relação ao mês anterior. Desta maneira, vale ressaltar que o preço total do supermercado de menor valor, totalizando atualmente a cesta básica mais barata neste mês,
é de R$ 616,54.

A Diretora Neusa Azevedo do PROCON SL esclarece que:

Conforme a tabulação dos dados coletados, chama a atenção para os valores singulares dos produtos dentre eles produtos alimentícios, produtos de higiene pessoal e produtos de limpeza, pois, além dos aumentos, houveram
variações específicas em mais de 50%, em relação ao mês de agosto.


Conforme tabulação dos dados colhidos, os principais aumentos ocorreram com acréscimo na cebola e no extrato de tomate com (54%), seguido do creme dental com (40%) e no sabão em barra com (25%). Por outro lado, houver redução na carne 2ª Kg com (-27%).


Desta maneira, sempre reforçando que é aconselhável o consumidor pesquisar os produtos em diversos mercados e encontrar os preços que realmente cabem no seu bolso.

A Diretora do Procon informa ainda que, esta pesquisa é de fundamental importância e que os preços praticados se referem a data da realização da pesquisa, bem como disponibilidade de estoque dos produtos e que podem
apresentar variações de preços após este período. Reforça ainda que a fiscalização se faz constante juntamente com as fiscais do Procon e salienta: “solicitamos a apresentação das notas fiscais de compra para os comerciantes
aonde são analisadas e calculadas minuciosamente para verificar se há abusividade na majoração do lucro no preço de venda comercializado ao consumidor final. Caso seja constatada a abusividade o proprietário do estabelecimento será notificado, autuado e responderá Processo Administrativo com as sanções previstas no Código de Defesa do consumidor bem como Processo Criminal conforme Legislação cabível”.

Para acesssar a Tabela na Íntegra, clique a seguir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s