Uncategorized

Convocado pelo Senado, Presidente da Petrobrás vai ter que explicar preço da Gasolina, Gás e Diesel

Ao reajustar os preços para as distribuidoras, a Petrobrás disse que está buscando um “alinhamento” com o mercado internacional. Política de desmonte foi adotada na estatal após o golpe

O presidente da Petrobras em audiência em Brasília, o General Joaquim Silva e Luna.
O presidente da Petrobras em audiência em Brasília, o General Joaquim Silva e Luna. (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

247 – A Comissão de Assuntos Econômicos do Senado aprovou nesta terça-feira (9) um requerimento para convocar o presidente da Petrobrás, Joaquim Silva a Luna, a uma sessão para explicar as recentes altas nos preços dos combustíveis. Na região Sul do país, a gasolina ultrapassa o valor de R$8. No Paraná, brasileiros estão ultrapassando a fronteira para abastecerem na Argentina, pela metade do preço ofertado no Brasil. 

De acordo com reportagem do portal UOL, o ministro de Minas e Energia do governo de Jair Bolsonaro (sem partido), Bento Albuquerque, também foi convocado pela comissão para explicar as variações nos preços dos combustíveis automotivos.

O requerimento é de autoria do senador Otto Alencar (PSD-BA), que preside a comissão de 27 senadores. Na justificativa da convocação, o político destacou que “é primordial a avaliação da política de preços dos combustíveis” no Brasil.

A reportagem ainda informa que a convocação de Silva e Luna e Bento Albuquerque vem após, nesta segunda-feira (8), a ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) calcular que o preço médio da gasolina e do diesel nas bombas dos postos está em R$ 6,71 e R$ 5,21, respectivamente.

Em 25 de outubro, a Petrobrás subiu o preço da gasolina e do diesel vendido nas refinarias, respectivamente, em 7% e 9,1%. A alta, por ora, ainda não foi totalmente repassada ao consumidor.

Ao reajustar os preços para as distribuidoras, a Petrobrás disse que estava buscando um “alinhamento” com o mercado internacional — ou seja: com a cotação do dólar e com o preço do barril de petróleo. O “alinhamento” com o mercado internacional faz parte da atual política de preços da estatal, fruto do golpe de 2016. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s