Mundo/política

Esquerda faz 149 Deputados na França e Melenchon pode ser 1º Ministro

O quadro Eleitoral saído das eleições Parlamentares da França mostra o NUPES, Nova União Popular, Ecológica e Social, da Esquerda de Mélenchon, se afirmou como 2ª força na França, embora o crescimento significativo da Extrema direita.

As primeiros projecções desta noite eleitoral dão conta da perda da maioria absoluta do partido presidencial. A esquerda unida (NUPES) aparece como a primeira força política da oposição. Apoiantes de Marine Le Pen pedem a demissão de Emmanuel Macron.

De acordo com as diferentes sondagens, o campo presidencial acaba por sair fragilizado destas eleições legislativas, cuja segunda volta se realizou este domingo. A coligação presidencial “Ensemble” deve obter 224 lugares no hemiciclo segundo as projecções Ipsos/Sopra Steria.

A esquerda unida, NUPES – Nova União Popular, Ecológica e Social, liderada por Jean-Luc Mélenchon deverá ficar em segundo lugar com a eleição de 149 deputados. Posição que lhe atribui a liderança da oposição.

Com um resultado histórico, a extrema-direita de Marine Le Pen deve conseguir ocupar 89 cadeiras na Assembleia Nacional. Com 78 deputados deve ficar a aliança Os Republicanos, União dos Democratas Independentes e Diversos de Direita, posição que pode deixar esta aliança em posição de ‘árbitro” parlamentar.

Nesta segunda volta das eleições legislativas, mais do que um eleitor em dois não foi votar. A abstenção atingiu os 54%, em alta de um ponto percentual em relação à primeira volta. Todavia, a abstenção deste domingo é inferior à segunda volta das legislativas de 2017, 57.36%.

Com informações de DESACATO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s