No RS o tradicionalismo homenageia político escravagista com nome de Cidade e até marca de Erva Mate
Rio Grande do Sul

No RS o tradicionalismo homenageia político escravagista com nome de Cidade e até marca de Erva Mate

A Lei dos Sexagenários(1885) garantiu a Escravos com mais de 65 anos, que mediante pagamento de uma indenização milionária aos seus “donos”, poderiam ser libertos. A lei foi da lavra de João Maurício Wanderley, o tal Barão de Cotegipe. Já pensou? O sujeito foi sequestrado na África, foi escravizado no RS, onde seu corpo apodrecia em … Continuar lendo