Uncategorized

NO VOCABULÁRIO DA TUCANAGEM “POUPANÇA” É O NOVO NOME DA CORRUPÇÃO

Depois de chamar dinheiro de “flores”, árvores” e outras plantas, o tucanato inventou mais um termo para a rapinagem de dinheiro que fazem nos governos:”poupança”. É assim que a desgovernadora do RS chama a parte dela, de Záquia, de Germanos e cia, que dividiram com ela os recursos depositados na “poupança” dela e da tchurma do palácio. Veja abaixo extrato de matéria a
Folha Online de hoje

A CPI da Corrupção na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul mostrou na sessão desta quinta-feira o vídeo com o depoimento do vice-governador Paulo Feijó (DEM) ao Ministério Público Federal em agosto deste ano.
Segundo a Assembleia, Feijó falou sobre a arrecadação de dinheiro para a campanha da governadora Yeda Crusius (PSDB) e as pressões que ele teria sofrido para renunciar ao cargo por não concordar com a forma como isso ocorria.
“Eu não estava confortável com essa situação, independente se era legal ou não. Me disseram que a campanha é o momento de fazer a poupança”, afirmou Feijó. Questionado sobre quem lhe teria dito que campanha seria o momento de fazer a poupança, ele foi enfático: “A candidata Yeda Crusius”, disse.
O vídeo foi mostrado sem a presença de testemunhas que foram chamadas para depor. O relator da CPI, deputado Coffy Rodrigues (PSDB), retirou-se da sessão. Da base do governo, apenas os deputados Iradir Pietroski (PTB) e Sandro Boka (PMDB) permaneceram no durante a exibição.
A governadora ainda não se manifestou sobre o vídeo mostrado pela CPI.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s