Uncategorized

Sobre golpes, pizzas e CPIs

PizzaA CPI do Cachoeira, como todas as outras, são só um arranjo das representações da elite para apaniguar os seus das roubalheiras que fazem com o dinheiro público, ou de quando em vez, para condenar um “boi de piranha” com o único objetivo de proteger o restante da matilha. Pois a maior evidência constatada por quem lê e ouve as entrelinhas de jornalões e da mídia golpista, mostrava que alí, nos escritórios da camarilha do Cachoeira, foi gerado a maior farsa política pós ditadura militar, qual seja, o da existência do chamado “mensalão”, com o único fito de derrubar o governo Lula, democraticamante eleito. Para recuperar a memória dos que se inebriam facilmente por causa de duas linhas em algum jornalão da praça: As grandes manchetes de toda a mídia, sempre iniciadas nas capas e páginas da Veja, “magistralmente” escritas pelo Policarpo, eram matérias encomendadas com o fim de atacar o governo Lula e posteriormente até mesmo o Governo Dilma. Vide o caso Erenice, hoje inocentada, o caso do Ministro dos Tranportes, sem nenhuma prova clara apresentada até agora, e a grande jogada de transformar caixa 2, praticada a rodo por todos os partidos, em “Mensalão”. Pois o Policarpo e a “catrefa” das famiglias mafiomidiáticas deveriam ter sido chamadas à CPI e não o foram. Para surpresa de muitos, o Relator resolveu colocar os nomes de alguns destes embusteiros no relatório final. Não deu outra. O grupamento de choque da direita saiu em defesa dos seus melhores quadros golpistas, lhes fez uma defesa exdruxula, e lá vai o relator retirar o nome da “tchurma” do realtorio da CPI. Outra pizza. Como todas as demais que são produzidas na pizzaria do congresso. Elas não saem de acordo com o pedido do freguês, mas de acordo com o gosto dos “donos”da pizzaria. Enquanto fregueses e clientes discutem os ingredientes dsta e das demais pizzas, os verdadeiros “donos”, que parezem pagar extras aos pizaailos de plantão, vão cozinhando os ingredientes do próximo golpe. Assim, no cardápio dos jornalões, todos os dias, esta lá mais um ingrediente sendo apresentado. E o desgaste, similar ao que sofreu Jango, desde  sua posse até a sua deposição, parece não estar sendo levado em conta, por que o PT esta inebriado pela alta aceitação do Governo Dilma junto as massas. Massas aliás, descritas pela Presidenta, como Classe Média. Etsa Claasse Média, que os jornalões esperavam fosse as portas do STF linchar Zé Dirceu, não foi. Mas não foi lá, como não sairá as ruas para defender o governo diante de um Golpe, que estão a construir permanente e diariamente. A classe média no máximo vota, e olha lá, tivemos redução do comparecimento as urnas na ultima eleição. Fora isto, a Classe Média compra e cuida do umbigo, que como todos sabem, é individual. Por isto, ou vamos logo a um prato que valha a pena, ou continuaremos gerenciando a pizzaria até que o dono tenha um novo gerente pra colocar. Tá na hora da lei dos meios. Tá na hora da Reforma Política. Acorda PT. O Programa e as Resoluções dos Congressos do PT são o cardápio que o Brasil precisa pra avançar. Retomar as discussões e democratizá-las com o conjunto da militância, para que esta também não se inebrie com a gestão de pizzarias. Até aqui, não chegamos nem perto do que a Social Democracia Européia fez pelos trabalhadores ao possibilitar a construção do “Estado do Bem Estar Social”. Vamos avançar pelo menos para isto. Se continuarmos a nos contentar com pizzas e pizzarias, este novo empreendimento maior e melhor, ficará definitivamante prejudicado, por que os donos vão acabar derrubando a gerente.

4 pensamentos sobre “Sobre golpes, pizzas e CPIs

    • É tempo de chamar a direção do PT “na chincha”, Os caras estão entregando tudo em troca de algo que não tem a ver com o PT mas com o governo. Que não venham depois os dirigentes do PT dizerem que a culpa é da Dilma. Se o partido da Dilma não garante a goverbabilidade, ela tem que buscar em outro lugar. Infelismente. Acorda PT.

      Curtir

      • Sou PT desde sempre, mas estou muito preocupado… Onde está a nossa reação? Estão desconstruindo toda uma história. Ainda acho que temos que devolver na mesma moeda. O grande problema é a “governabilidade”. Sabemos que isso amarra tudo. Neste país não se governa só.

        Curtir

  1. Pois é Anisio

    Mas governabilidade cabe ao governo. Ao se dispor a governar com os outros, não quer dizer que o PT tenha que abrir mão de seus princípios.O fato de a FIESP defender o governo para a redução de energia por exemplo, mostra que ao colocarmos as nossas bandeiras de forma clara, há a possibilidade de termos conosco inclusive a sociedade toda ou parte signigficativa dela.Mas temos que deixar claras as nossas propostas, e não escondê-las diante da primeira contraposição.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s