Uncategorized

Lava Jato: Delegado da PF denuncia adulteração de provas por parte dos colegas dele

Mário Fanton, enviado a Curitiba-PR para investigar vazamentos nas investigações, delatou colegas da Polícia Federal que manipularam provas

Jornal Diário da Manhã

Matéria publicada nos diários Jornal do Brasil e Folha de S.Paulo mostram que delegados e agentes da Polícia Federal, simpatizantes da candidatura do senador Aécio Neves (PSDB-MG), manipularam provas na Operação Lava Jato, que apura suposta formação de cartel por empreteiras que fornecem à Petrobras.

Conforme reportagem da Folha, um delegado da Polícia Federal que foi a Curitiba apurar vazamentos da Operação Lava Jato relatou ter sofrido pressão dos colegas do Paraná e recomendou que a sindicância sobre a escuta na cela do doleiro Alberto Youssef fosse refeita.

Segundo também apurou o JB, a informação consta em um despacho interno do delegado Mário Fanton de maio, no qual ele afirma ter presenciado “uma participação direta do delegado de Polícia Federal (DPF) Igor Romário de Paula” e de outra delegada “para quererem ter ciência e manipular as provas”.

Fanton foi a Curitiba, de acordo com o jornal, para apurar boatos sobre vazamentos das investigações para a confecção de um dossiê com o objetivo de anular a Lava Jato, o que teria gerado insatisfação e desconfiança dos delegados da operação.

“Sugiro que o Ministério Público Federal (MPF) reanalise as provas, inclusive a sindicância da escuta clandestina, se possível refazendo-a, e conduza diretamente a presente investigação ou com grande proximidade a um novo delegado a se indicar, pois não acreditamos mais nas provas antes constituídas”, escreveu Fanton.

Este é mais um episódio que desacredita as investigações feitas pela PF e também pelo juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, responsável pelo caso. Matérias publicadas no mês de dezembro de 2014 em periódicos do Paraná, e reproduzidas no portal Brasil247, dão conta que Rosângela Wolff de Quadros Moro, esposa do juiz é assessora jurídica de Flávio Arns (PSDB-PR), que é vice do governador do Paraná Beto Richa (PSDB-PR).

Reportagem do jornal Estado de S.Paulo, publicada em 13 de novembro do ano passado também mostrou que delegados encarregados das investigações da Lava Jato exaltavam o candidato Aécio Neves (PSDB-MG) e criticavam em seus portais no Facebook a presidente Dilma Roussef (PT-MG) e o ex-presidente Lula (PT-SP). Sob o título “Delegados da Lava Jato exaltam Aécio e atacam PT na rede” a matéria da jornalista Júlia Dualibi revelava que “durante a eleição, perfis de policias que investigam o escândalo na Petrobras chamam Lula de ‘anta’ e replicam conteúdo crítico a Dilma”.

Por este viés ideológico, clamaramente anti-PT, confissões conseguidas por meio do prolongamento das prisões arbitrárias e pelos vazamentos irresponsáveis de depoimentos que deveriam estar protegidos pelo segredo de Justiça, que vários advogados que defendem investigados pela Lava Jato e juristas de renome entendem que a operação deve ser anulada.

Economista adverte: Lava Jato pode levar o Brasil à depressão

lava jato2

O economista Gesner Oliveira, ligado ao PSDB, fez uma grave advertência em artigo publicado na Folha de S.Paulo: as arbitrariedades cometidas pelo juiz Sérgio Moro na Operação Lava Jato podem levar o País a uma depresssão econômica.

Gesner é insuspeito para fazer qualquer análise sobre a operação. Não é ligado ao governo federal ou ao PT, partido que tem sido caçado por Moro e pelos delegados aecistas na Lava Jato. Conforme revela o jornalista Fernando Brito, do portal Tijoço. Gesner Oliveira foi um dos principais conselheiros da campanha de José Serra, em 2010, e foi indicado pelo senador tucano para a direção da Sabesp, depois de ter sido dirigente do Conselho Administrativo de Defesa a Econômica (o Cade que, em tese, tem o dever de impedir a formação de cartéis monopólios) no governo Fernando Henrique.

Mas até Gesner se diz chocado com os danos ao Brasil causados pelo que está sendo feito pela mídia e pelo juiz Sérgio Moro, em artigo publicado hoje na Folha, assinado também pelos seus dois sócios, Fernando Marcatto e Pedro Scazufca:

“Exercício simples utilizando dados do IBGE mostra que o potencial de destruição de renda e emprego de uma Operação Lava Jato mal conduzida pode custar mais de R$ 200 bilhões em termos de PIB e mais de dois milhões de empregos.”

Fernando Brito avalia que os dados de Gesner mostram a política de “terra arrasada” com que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) pretende inviabilizar o funcionamento do governo:

“R$ 200 bilhões são 4% do Produto Interno Bruto do Brasil e dois milhões de empregos representam 5% de todos os trabalhadores formais do País!”, atesta.

Para Brito, aquilo que Oliveira chama de “excessos e espetaculariazação da Lava Jato” representa “um passo na direção de algo pior que a recessão vivida atualmente: a depressão”.

Na opinião de Brito, o Judiciário, o MP e a Polícia Federal (que está sob a autoridade do ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso) devem promover, no mínimo, uma “freada de arrumação” nos vazamentos sórdidos que se produzem na 13ª Vara da Justiça Federal do Paraná. (Com informações do site Tijoço)

29 pensamentos sobre “Lava Jato: Delegado da PF denuncia adulteração de provas por parte dos colegas dele

    • As vezes a Constituição Federal me lembra as Bíblias Cristãs: alguém escolhe alguns versículos – no caso artigos, parágrafos, incisos – para defender certos pontos de vista; sendo que a linguagem, nem sempre fica muito clara, precisa ao se estudar fatos e suposições, dando margem a interpretações diversas, que geram assédios ao corpo das idéias e emoções. Sinceramente: estudando algumas ocorrências – como no caso das gravações das conversas entre o Lula e Dilma, sobre a nomeação desse como Ministro para protegê-lo e a divulgação de tal ocorrência na mídia, fico confuso o que deveria ser considerado “legal” ou “ilegal”. Não seria necessário a reforma de certos artigos da Constituição Federal para se evitar certas ambiguidades e confusões deixando-a mais precisa? Entendo que sim.

      Curtido por 1 pessoa

      • Por que a nomeação de Lula o protegeria? Já é de conhecimento público, que se fosse condenado por Moro, caberia recurso, o que não aconteceria tendo foro privilegiado, se fosse condenado pelo STF. Acho que isto já foi exaustivamente explicado. Se informe melhor. Reformar a Constituição com este congresso nefasto, é o mesmo que autorizar ao criminoso escrever as leis para ele.

        Curtir

  1. Pingback: Piada Pronta : OPOSIÇÃO CULPA PT POR QUE TIMES BAIANOS FORAM REBAIXADOS | Luizmuller's Blog

  2. José Eduardo Cardoso , Ministro da Justiça, a mesma credibilidade que se dá ao contraditório Moro , deve ser dada a este valente e corajoso delegado da Polícia Federal.

    Curtir

  3. As falcatruas,as lambanças,as safadagens,pilantragens,vagabundagens, trairagens, bandidagens ao Brasil,ao mundo vem se arrastando desdo ano passado….é que a falta de um ministério da Justiça para atuar,autuar,agir já era do conhecimento de todos……….UM MINISTÉRIO ACÉFALO,PÍFIO, INERTE E,LITERALMENTE MORTO,FOI O QUE SE VIU ATÉ HOJE E A PRESIDENTE DILMA DEIXOU CORRER FROUXO…..FALTOU FORÇA, AUTORIDADE MORAL E EFETIVA DA GUERREIRA DILMA!!!!!!

    Curtir

  4. pra mim, vocês que desculpem, o Cardoso não deve se mexer para anular nada. ele deveria sim estar ciente de todos os atos ou do MP. mas se isso acontece… talves com o poder na mão iria se tornar um outro engavetador. mas poderia agir sim quando não a provas, como no mensalão não existia nenhuma prova contra o Zé Dirceu. nem vou falar do voto do lewandovisk e afirmar que não houve pelo voto, a favor da condenação, da rosa weber. não estou dizendo que ele foi ou não culpado, mas sem provas, não poderia ser condenado. o que me deixa intrigado é por que um dinheiro é sujo e o outro não é. quem puder explicar.

    Curtir

  5. SÓ AGORA TOMAMOS CONHECIMENTO QUE FOI ARQUITETADO UM GOLPE PELA……MÍDIA GOLPISTA, PSDB, PARTE DO PODER JUDICIÁRIO, PARTE DA POLÍCIA FEDERAL E POLÍTICOS COMPROVADAMENTE CORRUPTOS !! POIS, O JUIZ MORO, NEM SEQUER INVESTIGA A DELAÇÃO DOS OPOSITORES !! TUDO CARTA MARCADA COMO COMBINADO. A PRINCIPAL INTENÇÃO É ATINGIR…..DILMA , LULA E O PT!

    Curtir

  6. JÁ DA PARA PERCEBER QUE PARTE DA BANDA PODRE DA POLICIA FEDERAL,JUNTAMENTE COR A PARTE PODRE DO MINISTÉRIO PUBLICO,E DO JUDICIÁRIO,VEM FAZENDO DE TUDO PARA IMPEDIR QUE AS DEMAIS INVESTIGAÇÃO PRO SIGA RUMO AOS VERDADEIROS LADRÕES DOS COFRE PUBLICO,PROVA É QUE EM 1996 ,O PRÓPRIO JORNALISTA PAULO FRANCIS DESCOBRIU,E DENUNCIOU O ROUBO NA PETROBRAS , QUE ESTAS MESMAS AUTORIDADES DEU FIM NO PROCESSO DE APURAÇÃO,OUTRA É A OPERAÇÃO ZELOTE QUE FOI DESCOBERTA A MAIS DE UM ANO ATRAS ,E PARTE DA IMPRESSA ESTA ENVOLVIDA ,SÓ AGORA DEPOIS QUE DERAM UM JEITO DE ENVOLVER O FILHO DO LULA ,É QUE A MESMA APARECEU NA MÍDIA ,AGORA ONDE ESTA OS DEMAIS NOMES DA LISTA? OU ESTA PENSANDO QUE TODOS OS BRASILEIROS SÃO IDIOTA,TEM MAIS SOLTA ALISTA DOS NOMES DA FRALDE DO BNDS ? OU LEVA ESTA INVESTIGAÇÕES A SERIO ,OU VAI ALIMENTAR UMA REVOLTA POPULAR A QUALQUER MOMENTO,NA QUAL EU ESTAREI DO LADO DESTE GOVERNO QUE VEM DESENTERRANDO TODA CORRUPÇÃO DO PASSADO,E QUEM DEVERIA APOIAR O GOVERNO ESTA FAZENDO DE TUDO PARA QUE AS INVESTIGAÇÃO NÃO CHEGUE ATE ELES

    Curtir

  7. Não entendi essa de que Flávio Arns ( sexto parágrafo) é vice governador do Paraná.
    Eu acho que esse tal Moro aprendeu a ser juiz apitando jogos do curíntia.

    Curtir

  8. Tanta tristeza causa_ me, por isso tudo estar visível a muito tempo. Porém nosso povo parece cegado e cérebro reduzido à de uma galinha. Irão matar nosso rico país pelo que têm de mais nobre: a potencialidade económica e o povo humilde para faze- lo gigante ,tal como vinha sendo feito apartir do ano de 2002.

    Curtir

  9. Só digo uma coisa, o poder maior está nos cidadãos, mas, como o Brasil é uma republiqueta de bananas ou latinoamericanas, e uma boa porcentagem são analfabeto na intelectualidade e outra grande parte também é analfabeto político, não conhecendo os seus direitos, somente os seus deveres, sem saber que o maior poder emana do povo, com o povo, para o povo, e com a mente cauterizada deste da ditadura militar ficam como ovelhas sem pastor. Ai os Lobos tomam conta da festa.

    Curtir

  10. Pingback: Lava Jato: Delegado da PF denuncía! | Pedro Haro

  11. O que me incomoda são as postagens sem data de publicação. Não sei qdo está matéria foi publicada.
    Agora com a Vaza Jato, esta matéria tem que ser publicada de novo, mas com a data original .

    Curtir

    • Esta ali logo abaixo do cabeçalho a data da publicação. esta ali, Julho de 2015. Se estas lendo no Celular, será no pé da matéria que estará a data.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s