Uncategorized

Quem calou com o golpe agora sente o mal que aceitou

POR  no TIJOLAÇO

nader

Nader, Presidente da SBPC, se eximiu durante o golpe.Agora que o golpe destrói o Brasil, arrependida,  diz que vai recomendar aos jovens que saiam do país. 

 

A professora Helena Nader, presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, foi muito criticada  por  defender que a SBPC  não fosse  favor nem contra o governo Temer, na época do golpe de Estado.

Hoje, no UOL, a doutora em biologia molecular, diz que está cansada de defender a ciência e a tecnologia e tem vontade “de recomendar aos jovens que saiam deste País”, tamanho é o corte que se fez nas verbas de pesquisa científica no Brasil.

A doutora Helena não é a única arrependida. Soube hoje de um professor “coxinha” da Universidade do Estado que está aos brados contra o fechamento – sim, a palavra é esta mesmo – da UERJ.

Não os apedrejo nem lhes digo “bem-feito”, infantilidades próprias que quem não reconhece o direito alheio a, inclusive, ser tolo.

Mas me surpreende que gente da ciência não seja capaz de ver o óbvio: que este golpe veio para aniquilar qualquer as piração de independência do Brasil e que, para isso, uma das primeiras cabeças a serem cortadas é a do conhecimento.

O único que digo à doutora Helena é que há muita gente, jovem e velha, que não vai cansar nunca de defender o Brasil e dispensa a sua recomendação de deixar o Brasil.

Vamos ficar e vamos lutar.

Veja o trecho da matéria do UOL e assine o manifesto em defesa dos recursos para a pesquisa científica nacional:

 

Eu estou muito chateada, sabe? Estou com idade suficiente para pendurar as chuteiras. Não sei porque que eu continuo ainda lutando nesse País. Oferta de emprego no exterior, eu sempre tive. Muitas. Agora eu estou ficando cansada e estou com vontade de recomendar aos jovens: saiam deste País”, desabafou Helena Nader, presidente da SBPC.

De acordo com Helena, recursos para a área vêm caindo desde o governo Dilma Rousseff, e o novo limite de gastos pegou o orçamento de Ciência e Tecnologia em um dos seus piores momentos.

“Junto com essa sumida de recursos da fonte 100, nós temos uma PEC que colocou o Ministério da Ciência e Tecnologia, nos fotografou [tomou como base os gastos do orçamento], no pior patamar dos últimos anos” explicou a pesquisadora.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s