Uncategorized

Ministério do Trabalho contrata servidora exonerada por apresentar atestado médico para viajar

A gandaia esta institucionalizada no governo golpista de Temer. Só tem falcatrua. Vai matéria da Rádio Gaúcha. Se até a mídia amiga do Temer esta noticianmdo, é por que a coisa esta muito mais feia que isto.

Patrícia Lima Ferraz foi exonerada da pasta da Saúde em dezembro após fotos de viagem a Europa serem publicadas nas redes sociais

Patrícia tirou selfie na Europa na companhia de amigas enquanto estava de atestado

Foto: Reprodução /Instagram

Na edição desta sexta-feira do Diário Oficial da União, está a nomeação de Patrícia Lima Ferraz como Coordenadora-Geral de Fiscalização e Projetos do Departamento de Segurança e Saúde do Trabalho, do Ministério do Trabalho. O cargo em comissão é um DAS 101.4 que, de acordo com o site do Ministério do Planejamento, tem remuneração de R$ 9.025,21.

Patrícia foi exonerada em 13 de dezembro de 2016 pelo Ministério da Saúde, onde ocupava o cargo de coordenadora de saúde bucal. A demissão ocorreu após fotos de Patrícia serem postadas na internet no final de novembro com as hashtags #Ferias2016 #Europa #Madrid. No mesmo período, a então servidora apresentou um atestado médico.

Após a repercussão da divulgação do caso pela Rádio Gaúcha, nesta sexta, o governo decidiu afastá-la do cargo. “Diante do noticiamento na data de hoje de que supostamente a indicada não teve comportamento adequado ao Serviço Público, por cautela, se decidiu por tornar sem efeito a nomeação da mesma”, informou a assessoria por meio de nota.

Ainda segundo o comunicado, o ministério não tinha conhecimento de qualquer irregularidade cometida pela servidora. “Seu nome foi previamente submetido ao crivo das pesquisas dos órgãos governamentais competentes no dia 06/01/2017, sendo que sua nomeação foi liberada no dia 12/01/2017 por não haver nenhum impedimento legal para que a mesma fosse efetivada, o que ocorreu de fato no dia 13/01/2017”, diz o texto.

Patrícia Ferraz é suplente de deputada federal pelo PSC e presidente do partido no Amapá. A legenda faz parte da base do governo Michel Temer. A reportagem tentou contato com Patrícia, mas ainda não obteve retorno.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s