Uncategorized

Livro “A limpeza étnica da Palestina” será lançado no Fórum em Porto Alegre

por Ciranda,

Escritor e pesquisador israelense Ilan Pappé reexamina criticamente os acontecimentos de 1948 e o sionismo enquanto projeto político

Em 21 de janeiro próximo, o Fórum das Resistências em Porto Alegre terá lançamento antecipado do livro “A limpeza étnica da Palestina”. De autoria do historiador israelense Ilan Pappé, publicada pela Editora Sundermann, a obra é inédita em português. O lançamento é uma parceria com a Ciranda Internacional de Comunicação Compartilhada e contará com a presença da jornalista palestino-brasileira Soraya Misleh, que também assina a orelha da edição, apresentando o livro.

A partir da abertura de arquivos oficiais israelenses, Pappé debruçou-se em reexaminar criticamente os acontecimentos de 1948 e o sionismo enquanto projeto político. Nesta obra, alia documentos oficiais à memória palestina e demonstra que, para a criação de Israel como Estado judeu, a escolha de suas lideranças foi promover limpeza étnica, ou seja, expulsão deliberada dos palestinos.

O autor é um dos mais importantes entre os chamados novos historiadores israelenses. Professor da Universidade de Exeter, na Inglaterra. Filho de imigrantes judeus alemães, nasceu em Haifa em 1954, apenas seis anos após a criação do Estado de Israel – para os palestinos, a Nakba (catástrofe). Lecionou na Universidade de Haifa entre 1984 e 2007.
Após a publicação de “A limpeza étnica da Palestina” e de expressar apoio ao movimento BDS (boicote, desinvestimentos e sanções) a Israel, Pappé passou a enfrentar pressão e ameaças, o que o levou a exilar-se na Inglaterra, onde vive hoje.
Mesmo pressionado, não reviu suas conclusões, como fizeram outros “novos historiadores”. Abdicou dos privilégios que o silêncio cúmplice lhe traria e tem dedicado seu conhecimento à denúncia vigorosa da limpeza étnica do povo palestino e a que se faça justiça na tão maltratada Palestina.
Ele vai além: afirma que sem o reconhecimento histórico da Nakba, não é possível haver uma solução justa, o que implica necessariamente assegurar o direito de retorno dos milhões de refugiados expulsos de suas terras.
O lançamento antecipado do livro em Porto Alegre vai ao encontro da temática desta edição do Fórum Social Mundial Temático: resistências. A tradução ao português era uma demanda de movimentos de solidariedade à causa palestina que lamentam o desconhecimento sobre o tema e as narrativas tendenciosas da mídia. Soraya Misleh é grande conhecedora da obra e trajetória de Pappé e participa dos movimentos internacionais de resistência contra a ocupação, apartheid e colonização na Palestina.
A atividade incluirá Roda de Conversa com a jornalista e ocorrerá na Tenda das Resistências, no Parque da Redenção. Os exemplares poderão ser adquiridos por R$ 60 (tiragem limitada) . Haverá sorteio de um exemplar entre os participantes inscritos nas atividades de Comunicação e Cultura de Resistência durante o fórum.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s