Uncategorized

“Sempre foi o modelo reinante no país”, diz Emílio Odebrecht sobre caixa 2

“Sempre existiu desde minha época, da época do meu pai e também de Marcelo, sem dúvida nenhuma”

O executivo Emílio Odebrecht, presidente do Conselho de Administração da empresa, afirmou nesta segunda-feira (13), em depoimento ao juiz Sérgio Moro, que “sempre existiu” caixa dois para doações de campanha. “Sim, sabia que existia uso de recursos não contabilizados. Sempre foi modelo reinante no país e que veio até recentemente. O que houve impedimento foi a partir de 2014, 2015. Até então, sempre existiu. Desde minha época, da época do meu pai [Norberto] e também de Marcelo, sem dúvida nenhuma”, afirmou o pai de Marcelo Odebrecht em depoimento sigiloso, mas que teve trechos vazados para a imprensa.

Norberto Odebercht fundou a empreiteira em 1944. Em 1991, ele transferiu a presidência para seu filho, Emílio, passando a ocupar a Presidência do Conselho de Administração. Em 2009, a presidência foi transferida para Marcelo Odebrecht.

Emílio foi arrolado como testemunha de defesa de Marcelo Odebrecht, presidente do grupo, na ação que acusa o ex-ministro Antonio Palocci de agir em favor dos interesses da empresa. Segundo Emílio, a Odebrecht doava para todos os partidos, por dentro e por fora, com recursos oficiais e não oficiais. “Na minha época, as coisas eram muito mais simples. Não tinha a complexidade que a organização passou a ter, trabalhando em mais de 20 países e lidando com ‘n’ negócios”, afirmou.

O empresário afirmou que na época dele havia apenas um “responsável” por operacionalizar os recursos não contabilizados, repassando-os a políticos ou partidos beneficiados. “Existia uma regra: ou a gente não contribuía para ninguém, ou para todos”, completou.

 

"Sempre foi o modelo reinante no país", diz Emílio Odebrecht sobre caixa 2
“Sempre foi o modelo reinante no país”, diz Emílio Odebrecht sobre caixa 2

Comentário do Blogueiro: Fica evidente que  Moro, o MP e a PF fazem uma perseguição a Lula, Dilma e ao PT, mas a Caixa Dois faz parte da cultura do política do país. Se é assim, e querem dar transparência, por que a Justiça e o STF mandaram proibi mostrar o nome de Aécio Neves e outros próceres tucanos e não faz nada contra Temer, Padilha e sua Quadrilha, que tomaram de assalto o poder? 

Um pensamento sobre ““Sempre foi o modelo reinante no país”, diz Emílio Odebrecht sobre caixa 2

  1. Pingback: “Sempre foi o modelo reinante no país”, diz Emílio Odebrecht sobre caixa 2 | O LADO ESCURO DA LUA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s