Lava Jato

Lava Jato abusa do “lawfare” contra Dirceu

DallagnolPor ESMAEL MORAIS

O procurador Deltan Dallagnol diz ter convicção — não provas — de que o ex-ministro José Dirceu recebeu propinas da UTC e Engevix.

Em coletiva na manhã desta terça-feira (2), Deltan reconheceu que “houve a precipitação” da apresentação da denúncia contra o ex-ministro em virtude da análise do habeas corpus pelo STF — embora a mesma ainda esteja sendo “elaborada e amadurecida”. Ou seja, é mais uma denúncia inconsistente somente com o objetivo de manter o petista preso.

Portanto, trata-se de mais um lawfare da Lava Jato contra Dirceu, pois, apesar da convicção de Deltan, não há provas concretas contra o ex-ministro.

Lawfare é uma palavra inglesa que representa o uso indevido dos recursos jurídicos para fins de perseguição política, portanto uma guerra jurídica para anular a parte ideologicamente adversária.

Resta saber se o Supremo vai sucumbir ao abuso de autoridade a essa impiedosa perseguição da Lava Jato.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s