Ditadura/Rio Grande do Sul

Sobre a violência policial contra o Deputado e aos Ocupantes da Lanceiros Negros

A opinião do humilde blogueiro  sobre o “atentado” da Quarta-feira passada, contra o Deputado e contra os ocupantes da Ocupação Lanceiros Negros

Sartori e edegar

Presidente da Assembléia, Edegar Pretto foi ao Governador exigir explicações do Governador Sartori

Veja o vídeo do Deputado Edegar sobre as razões da Audiência:

Ontem houve reunião entre o Governador Sartori e o Presidente da Assembléia Legislativa sobre o caso. O  caso, óbvio e notório, é que um Deputado Estadual no exercício de sua função como parlamentar exercia foi espancado, algemado e preso. Houve quebra da institucionalidade. Um poder evidentemente interviu sobre outro poder, e o que é pior, com o uso de força armada. Nem nos piores tempos da Ditadura Militar Deputados eram presos, algemados e colocados em camburão na frente de Câmaras de TV. Pelo menos não no RS. Pois a Brigada Militar, comandada por Cezar Schirmer e Sartori fez isto. Este blogueiro já externou sua humilde opinião sobre o assunto: É caso de se pedir o impedimento do Governador por que a democracia foi duramente atingida. Mas o “republicanismo” das forças democráticas parece transcender a verdade fática. Já foi assim no golpe contra a Presidenta Dilma, um atentado flagrante a Institucionalidade democrática. Parece ser assim em outros Estados da união. Mas ver isto acontecendo no Estado que até bem pouco tempo atrás se arvorava o título de “mais politizado” do Brasil, é assustador. O fato abre o precedente, não só no caso do Deputado, mas do flagrante desrespeito a cidadania e aos direitos humanos. No atentado, mais de 70 famílias foram jogadas a rua numa noite muito fria em Porto Alegre. E a única alegação da polícia do judiciário para que isto fosse feito assim, a noite, seria o fato de que durante o dia a desocupação “prejudicaria o trânsito”. O trânsito, onde pedestres, ciclistas e motoqueiros já são pouco respeitados, agora vira prioritário inclusive diante da tragédia humana da pobreza que requer ações como ocupações para reivindicar um direito que é Constitucional, qual seja o de ter casa própria. Há dezenas de ocupações em várias partes de Porto Alegre e o precedente estará definitivamente aberto “se ficar por isto mesmo” A PM se sentindo autorizada a usar a truculência ao limite contra uma população que volta a pobreza por conta da desastrosa política de Temer e do próprio Sartori. O objetivo é claro: impor cada vez mais o medo aos que tem necessidades, para que não lutem para suprir suas necessidades, que no caso da casa própria são além do mais, direitos inscritos na Constituição. É assustador que estejamos caminhando cada vez mais céleres para uma separação social entre ricos e pobres. Aos pobres sobra somente a barbárie. Aos poucos verdadeiramente ricos, a despreocupação total com estes acontecimentos, pois sequer circulam com seus flamantes helicópteros, aviões e carrões por estas ruas onde circulam os trabalhadores que produzem a riqueza da cidade, do Estado e da nação. E a Classe Média, perdida nos seus devaneios de que um dia chegará a ser rica e que direitos constitucionais seriam na verdade privilégios seus e não do conjunto da cidadania, restará chorar mais uma vez o equivoco cometido, quando se enxergar também pobre, único caminho possível num Estado bárbaro onde uma pequena elite comanda pela força.

Atualização: Pra não ter dúvidas sobre a Palavra, colo a seguir  o Dicionário

Atentado: substantivo masculino – Ato de violência que busca prejudicar algo ou alguém, normalmente, pautando-se numa causa política ou religiosa.Violação; ação ofensiva contra regras preestabelecidas, convenções ou normas sociais.

Na minha modesta opinião, houve isto que esta aí na ação contra o Deputado e também contra as famílias ocupantes.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s