Uncategorized

De como Maduro desbaratou o golpe da mídia e da CIA, impondo a Constituinte

 Leite Filho na Pátria Latina
Maduro
 O presidente Nicolas Maduro, com o apoio do povo e das Forças Armadas, venceu, esta semana, um vagalhão de violência e pressões internacionais que desabou sobre a Venezuela. Com isso, ele parece ter garantido a realização da Assembleia Constituinte, para este domingo, 30/07/2017, destinada a dar um novo rumo ao país.
Conduzida pela mídia, a CIA, a OEA, Mercosul, este agora dominado por Temer e Macri, mas tendo em seus calcanhares o Uruguai de Tabaré Vásquez, esta arremetida já produziu, só nos últimos 115 dias: 110 mortos, dos quais 29 queimados vivos, 1500 feridos, 1.000 prisões, incêndios ao Supremo Tribunal Federal, a universidades, centros maternais infantis, ônibus, caminhões de abastecimento e trancamento das principais ruas.
Manifestação de encerramento da campanha por uma nova constituinte em Caracas, na Venezuela
Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, tira fotografias com manifestantes durante o encerramento da campanha por uma nova constituinte em Caracas
Presidente da Venezuela durante a manifestação de encerramento da campanha por nova constituinte em Caracas
Na sexta-feira, toda esta ofensiva tinha sido domada, inclusive duas greves gerais e uma “tomada de Caracas” que ficaram só na vontade dos conspiradores (Edição semanal. Gravada em 28/07/2017).

4 pensamentos sobre “De como Maduro desbaratou o golpe da mídia e da CIA, impondo a Constituinte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s