Uncategorized

Enquanto o “alcaide” tecla em redes sociais, ruas de Porto Alegre já não tem mais nem placas indicadoras

“Quando não tem nem nome nas ruas, dá uma sensação de abandono”( Neidi Fagundes Rodrigues, 36 anos, extraído da matéria de ZH que reproduzo no corpo do artigo:)

Faltar placas não é trágico como a falta de segurança que há em Porto Alegre, mas é simbólica de que algo esta muito errado em Porto Alegre.

Em todos os bairros, o mesmo problema: para descobrir os nomes das ruas, transeuntes têm de perguntar ou recorrer ao GPS. Dependendo de licitação, situação não deve melhorar neste ano

A matéria é da Zero Hora

Por: Jéssica Rebeca Weber
Saiba por que faltam placas nas esquinas em Porto Alegre Fernando Gomes/Agencia RBS

Há também uma parcela de placas danificada ou escondidaFoto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Você sabe o nome das ruas que se encontram em frente ao Monumento ao Expedicionário, na Redenção? Se não sabe, não vai adiantar procurar a resposta em um poste na esquina. O entroncamento da Santana com a Avenida José Bonifácio não tem placas toponímicas — aquelas azuis que informam nome de rua. E se não há nem em um ponto que serve de referência a moradores e turistas, imagine em vias como a Marechal Mesquita, no Teresópolis, ou nos pouco mais de 500 metros da Martim Ferreira de Carvalho, no Sarandi.

— Sai da área central pra tu ver. A gente sofre — diz Valter Ferreira da Silva, presidente do Sindicato dos Motociclistas do RS (Sindimoto-RS).

Em um giro pela cidade, ZH constatou que faltam placas com nome de rua da Zona Norte à Zona Sul, além de uma parcela danificada ou escondida. Mesmo com a supremacia do GPS, ainda é um problema que incomoda.

A aposentada Norca Schiaffino, 68 anos, considera “um perigo” procurar endereços com o smartphone na mão, em razão da violência em Porto Alegre. As placas ainda podem fazer muita falta a quem não tem condições de ter essa tecnologia, ou mesmo a familiaridade com ela, ou então para checar se o endereço apontado pelo GPS confere.

— Quando não tem nem nome nas ruas, dá uma sensação de abandono — acrescenta a cozinheira Neidi Fagundes Rodrigues, 36 anos.

Na frente do Monumento ao Expedicionário, entroncamento da Santana com a José Bonifácio não está sinalizado Foto: Jéssica Rebeca Weber / Agência RBS

Atualmente, a Capital não tem quem faça a instalação ou a substituição das placas. Diretor-presidente da empresa que desempenhou esse papel por duas décadas, Dannie Dubin conta que o contrato se encerrou há três anos.

Leia a matéria na íntegra,clicando aqui

Um pensamento sobre “Enquanto o “alcaide” tecla em redes sociais, ruas de Porto Alegre já não tem mais nem placas indicadoras

  1. Pingback: Enquanto o “alcaide” tecla em redes sociais, ruas de Porto Alegre já não tem mais nem placas indicadoras | Luíz Müller Blog | BRASIL S.A

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s