Uncategorized

Enquanto Moro persegue Lula, PF vê “coronel” de Temer como dono de “offshore”

coronellangley

O ministro Luiz Edson Fachin, do STF, recebeu, segundo informa o Valor, relatório da Polícia Federal  onde se aponta o coronel João Batista de Lima Junior – amigo de Temer e sócio da empresa que ganhou, por associação com uma estrangeira, obras da Usina Angra 3 – como dono da offshore Langley Trade Co., sediada formalmente no Uruguai, em nome da qual foram encontrados diversos recibos de compra e venda de imóveis.

A empresa seria operada por um certo José Aparecido da Silva, provavelmente um “laranja” e já foi investigada em 2007, pela PF, num esquema de evasão de divisas.

Para complicar ainda mais, a admissão feita ontem pelo Palácio do Planalto de que Michel Temer encontrou-se apenas uma  vez com o operador de propinas Lúcio Funaro, num saguão da Base Aérea de Congonhas, para onde Eduardo Cunha o teria levado, foi desmentida, em nota  pelo próprio Cunha:

“Se algum momento o Sr. Lúcio Funaro foi apresentado a Michel Temer, não foi por meu intermédio”, disse.

O problema das mentiras é que elas acabam tendo que ser remendadas, remendadas e cada vez fazem menos sentido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s