Uncategorized

PSDB decide morrer abraçado a Temer

Não bastaram as pesquisas de opinião apontar a queda dos tucanos, agora eles definiram que querem mesmo morrer abraçados a Michel Temer.

O Palácio do Planalto deverá indicar um deputado tucano — aliado, por óbvio — para relatar na CCJ a segunda denúncia por organização criminosa e obstrução à justiça contra o peemedebista.

A Câmara deverá ler na sessão desta tarde o pedido do STF para a apreciação da denúncia e, consequentemente, abrir-se-á prazo de 10 dias à defesa de Temer.

Voltemos à questão da rejeição dos tucanos, quais sejam os mais proeminentes Geraldo Alckmin e João Doria.

Segundo pesquisa da IPSOS, divulgada ontem (24) pelo Estadão, Dória tem míseros 16% de aprovação (menos da metade de Lula) e reprovação de 58%.

O governador de São Paulo, o Geraldo, também despenca na aprovação (13%) e dispara na desaprovação (75%).

Resumo da ópera: a associação definitiva do PSDB a Temer significa um abraço de afogados no rio Tietê.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s