política/Porto Alegre

CARTA ABERTA AOS AMIGOS(AS) DO PSOL! (Por Vereador Adeli Sell)

sesssão OrdináriaCara Fernanda, caros Robaina e Alex, Caros(as) amigos(as) do PSOL, Nesta minha volta à Câmara, pude – diariamente e intensamente – escutar e falar com vocês, especialmente a Fernanda, nossa líder do Bloco de Oposição, com o Robertinho, sempre lembrando dos “velhos tempos” de militância, com o Professor Alex. No caso, da Câmara, não é apenas a geografia que nos colocou próximos, mas nossas ações cotidianas, compartilhando com vocês o Bloco de Oposição. Ouvi comentários maldosos de lado a lado, quando formamos o Bloco, como numa aposta de que a esquerda “vai se dividir”. Pelo contrário, estivemos (quase sempre) juntos. No caso do debate do Projeto da Planta Genérica de Valores do IPTU, tivemos muitas conversas de pé de ouvido, bem como até uma reunião formal entre nossas bancadas. Aceitamos com humildade e com atenção as críticas sobre a posição original de votarmos no Projeto de nossas emendas fossem aprovadas. Vocês tinham uma posição de disputar as emendas, mas rejeitar o Projeto. Nas circunstâncias de “temperatura” vindas do Paço, entendíamos vossa posição; mas nós alertávamos que era necessário separar as partes, não misturando a figura, a posição, as atitudes do alcaide e as emanações sempre efervescentes vindas do Paço com a natureza e o teor do Projeto a nós colocado. Já tínhamos expresso uma visão crítica de alguns colegas, mesmo quanto a alguns que podem ter votado e venham a votar alguns projetos com os quais compartilhamos posição e consideramos estratégicos. E no dia verificamos que tínhamos razão, pois vivemos um “mundo insano” de posições para todos os lados, mas sem a necessária centralidade na proposta do imposto progressivo, do bem comum da cidade, um olhar para os pobres, para uma cidade inclusiva, mas para interesses bem demarcados pelo eleitorado pregresso, presente ou futuro de alguns agentes. Nós temos uma avaliação muito crítica das posições do prefeito, do centro do governo, como de um conjunto de colegas da Câmara. Mas não vamos romper laços na Câmara por mais graves que possam ter sido alguns ataques, pois afinal assim é composta a mesma, tendo que conviver com diferenças. Vamos tentar nos aproximar mesmo assim de alguns que nos atacaram para tratar do transporte e dos servidores. Eu pessoalmente queria ouvir vocês sobre a CPI das Teles, seu relatório; serei o relator do Mobiliário Urbano; como terei papel importante nos próximos processos na CCJ. Eu neste particular quero agradecer a vocês e à vossa assessoria que sempre atenderem meus apelos nos dilemas semanais da CCJ. Enfim, busco com esta “carta/bilhete” manter e ampliar o debate entre nós.

Abraços e camaradagem,

Adeli Sell

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s