Pobreza

‘Bolsa Família’ da Itália entra em vigor em 1º de dezembro

Enquanto Temer e Osmar Terra cortam bilhões de reais e milhões de famílias do Bolsa Família no Brasil, a Itália passa a pagar Bolsa Família para milhares de famílias pobres italianas.
‘Renda de inclusão social’ pagará até 485 euros (cerca de R$ 1.900) para pessoas em situação de pobreza no país; cidadãos da UE também poderão solicitar benefício

A partir de 1º de dezembro, cerca de 490 mil famílias na Itália poderão solicitar a “renda de inclusão social” (ReI), projeto criado pelo governo do primeiro-ministro Paolo Gentiloni para combater a pobreza no país.

Em um primeiro momento, o benefício pagará até 485 euros por mês (R$ 1,86 mil, segundo a cotação atual) a núcleos familiares com menores de idade, deficientes, mulheres grávidas a quatro meses do parto e maiores de 55 anos desempregados. A quantia será definida de acordo com o número de pessoas na família.

Para acessar a renda de inclusão, a família não poderá ter Indicador de Situação Econômica Equivalente (ISEE) superior a 6 mil euros e patrimônio imobiliário maior do que 20 mil euros, excluindo a primeira casa. O ISEE é um instrumento criado para avaliar a condição de vida dos italianos, levando em conta renda, bens e características do núcleo familiar.

Também poderão pedir a renda de inclusão cidadãos da União Europeia e extracomunitários com permissão de estadia de longo prazo, desde que residam na Itália há pelo menos dois anos ininterruptos.

Para alcançar as famílias mais pobres, o Governo Italiano adota um modelo que levou em conta a “Busca Ativa” utilizada no Brasil e o Cadastro Único das Políticas Sociais, também adotado no Brasil e executado pelos profissionais do SUAS – Sistema único de Assistência Social no Brasil, que também esta sendo destruído aqui no Brasil por Temer e Osmar Terra, o Ministro gaúcho que cumpre o papel de destruir os programas sociais criados nos Governos Lula e Dilma.

 

‘Bolsa Família’ italiano de até 480 euros entra em vigor em dezembro

Com informações da ANSA e do Opera Mundi

Um pensamento sobre “‘Bolsa Família’ da Itália entra em vigor em 1º de dezembro

  1. Bem que o benefício aqui no Brasil poderia ser esse valor também. Mas o governo pensa mais em pagar para não sofrer processos que na população.

    Enquanto na Itália o “Bolsa Família” vai diminuir drasticamente a pobreza, aqui fica só como medida paliativa pois o benefício é muito baixo.

    Espero que um dia todos tenham condições de vida iguais e que os pobres não sejam visto como uma classe sem perspectiva.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s