Mundo

Ato de Solidariedade ao Povo Palestino em Porto Alegre será quarta-feira, 29/11

Palestina

Em 29 de novembro de 1947, portanto há 70 anos, em Assembleia-Geral da ONU, foi aprovada a Resolução nº 181, que decidiu pela partilha do território da Palestina histórica para o estabelecimento de um estado judeu e um árabe, sem qualquer consulta aos habitantes locais. Como consequência, o Estado de Israel foi implementado em 15 de maio de 1948 e o da Palestina não foi assegurado, culminando na nakba (catástrofe), em que foram expulsos mais de 700 mil palestinos de suas casas e centenas de vilas foram destruídas. O resultado é a ocupação mais longa do período contemporâneo, que tem sido aprofundada, ao arrepio das leis e convenções internacionais. Uma das maiores injustiças de que se tem notícia na história.

Consequentemente, todos os direitos inalienáveis do povo palestino têm sido desrespeitados: à autodeterminação, à saúde, à educação, a transitar livremente. Um muro em construção desde 2002, que corta a Cisjordânia ao meio – projetado para ter 720 metros de extensão e 9 metros de altura –, e centenas de checkpoints e assentamentos sionistas, além de estradas exclusivas proibidas a palestinos, são símbolos do apartheid que se configura no território ocupado. Em Gaza, o lugar mais densamente povoado do mundo, com 1,5 milhão de pessoas que se espremem em cerca de 360km2, um bloqueio criminoso tem feito com que grasse a fome e a miséria, numa punição coletiva que deveria ser impensável em pleno século 21. O território palestino, mediante esses aparatos, é mantido sob a forma de bantustões à la África do Sul. É hoje impossível, por exemplo, ir da Cisjordânia a Gaza. Na próxima quarta-feira, 29.11 – Dia Internacional e Dia Estadual em Solidariedade ao Povo Palestino -, haverá um “Ato em Solidariedade ao Povo Palestino”, às 18h, no Plenarinho da Assembleia Legislativa, 3º andar, para marcar os 70 anos da Partição da Palestina.
Estarão presentes o Embaixador Palestino Ibrahim Alzeben, o Secretário Geral da COPLAC, Emir Mourad, e a Secretária da FEPAL, Fátima Ali,
A presença de todos é fundamental!.
Em anexo, encaminho a divulgação do referido Ato do dia 29.11, em formato que pode ser utilizado na internet e no whatsapp, e a Lei (e sua Justificativa) que criou esse “Dia”.
Saudações democráticas,
Raul Carrion (998058012)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s