Desenvolvimento Social/direitos sociais/Uncategorized

Osmar Terra e Temer jogam decisões da 11ª Conferência da Assistência Social na sarjeta

Mentiras descaradas explicitadas em documento oficial sinalizam o desrespeito a Conferência e prenunciam o desmonte do SUAS- Sistema Único de Assistência Social

Com informações do MAIS SUAS

Não se passou nem uma semana após o término da 11a. Conferência Nacional de Assistência Social e o (des) governo já se pronuncia de forma anti-democrática atestando que a deliberação de controle social nada vale para quem vive de golpes.

O MDS enviou, no último dia 12/12, ofício aos Coordenadores Estaduais do Programa Criança Feliz, assinado pelo Secretário Hali Girade, da Secretaria Nacional de Promoção e Desenvolvimento Humano/MDS, e pelo Secretário Adjunto da Secretaria Nacional de Assistência Social – SNAS/MDS, avisando que não reconhece, e nem reconhecerá, a deliberação da Conferência sobre o assunto.

O Ofício começa assim: “(…) informamos que o Programa Criança Feliz – PCF veio para ficar e assim será, cada vez mais forte, mais amplo e com maiores benefícios (…) não permitiremos um único passo atrás de um programa que chegou para mudar para melhor a vida das crianças, das famílias, das comunidades e do país.” (sic).

O expediente inteiro é um total desrespeito à deliberação da 11a. Conferência Nacional, com relação à desvinculação do Criança Feliz da Assistência Social do MDS e da Assistência Social e um sonoro “não” à moção aprovada pelos delegados/as que recomendava a extinção desse programa que representa o que há de pior em política pública: idéia fixa, eleitoreira e retrógrada do Ministro Osmar Terra e palco do primeiro damismo. Tenta convencer que o fracasso do Criança Feliz (atestado por todos os trabalhadores, usuários e gestores na conferência) é sucesso de política pública, quando é um programa de bases conservadoras que usa recursos do SUAS e tenta desconfigurar serviços sócio assistenciais.

É preciso reagir: o controle social, CNAS, CEAS e CMAS precisam dar a resposta que o caso exige, pois isto é uma afronta ao espaço máximo de debate e deliberação do SUAS, um escárnio com a democracia.

VIVA O SUAS, LEGÍTIMO SISTEMA PÚBLICO DE PROTEÇÃO SOCIAL!
FORA AOS PROGRAMAS DE GABINETE ELEITOREIROS!
#vaiterluta

oficio2

Mentira descarada explicitada em documento oficial desconhece todas as ações inter setoriais coordenadas pelo SUAS com a Saúde, a Educação e o acesso a direitos . Não por outra razão desmontam o SUAS.

Notem que o governo fala em 158 mil crianças “atingidas” pelo tal “Criança Feliz”. Números pífios, mas mesmo assim mentirosos, por que não há nenhuma constatação pública possível na melhoria de vida destas poucas crianças atendidas.  Enquanto isto, entidades internacionais já dão conta da volta do Brasil ao Mapa da Fome em apenas 2 anos de governo golpista neo liberal. Abandonar o papel de Porta de Entrada para os direitos que a Assistência Social desempenhava, é impedir boa parte da população mais pobre até de saber os direitos que tem, que dirá acessá-los. A tragédia esta anunciada. Se o Brasil não se levantar logo, entraremos num período tão ou mais obscuro que no tempo da escravidão. E este blogueiro fala em escravidão, por que estas crianças são ou serão filhos dos escravos ou “semi escravos” que a “Deforma” trabalhista já esta gerando.

Espero sinceramente que os e as Assistentes Sociais não se calem e cada vez mais façam o trabalho de conscientização das populações com as quais ainda trabalham, por que logo, a continuar a atual toada, nenhum assistente social mais será necessário, por que políticas de assistência já não mais haverá. Acordem Assistentes Sociais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s