CINEMA/política

O Cineasta Otto Guerra diz por que estará nas manifestações em Defesa da Democracia e de Lula (vídeo)

Otto Guerra , cineasta homenageado do Festival de Cinema de Gramado deste ano, estará nesta sábado 13/01, na Redenção em Porto Alegre para dar seu depoimento público em Defesa da Democracia e pelo Direito de Lula concorrer as eleições. O cineasta, um “Brizolista”, segundo se auto define, participou da Live do Blogueiro no último domingo. As lives acontecem todos os dias, mas a presença do Otto não estava programada e só contribuiu para enriquecer ainda mais o bate papo, pois a conversa normalmente mais focada na conjuntura política, também tratou de cinema. Assista:

 

Na Programação do vento também uma Aula Pública ministrada pela Filosofa Márcia Tiburi, pela Presidenta do PT, Gleisi Hoffmann e pela Candidata a Presidenta da República pelo PCdoB, Manuela D’Avila.

O Evento fará o Lançamento do COMITÊ MUNICIPAL EM DEFESA DA DEMOCRACIA E PELO DIREITO DE LULA CONCORRER A ELEIÇÕES. Em todo o Brasil neste mesmo dia estarão sendo lançados comitês municipais e setoriais com o mesmo objetivo de Defesa da Democracia, de Lula e também de luta pelo resgate dos direitos suprimidos pelo Governo Golpista. Os Comitês são Supra partidários e terão o papel de serem espaços de Construção de uma Frente Ampla de Esquerda e de Democratas nacionalistas em Defesa da Democracia e da Soberania Nacional.

Otto Guerra É um dos cinco brasileiros citados no livro Animation Now, a bíblia da animação mundial, publicado pela editora alemã Taschen: 

Otto Guerra pertence à animada e criativa turma do cinema gaúcho no estado brasileiro do Rio Grande do Sul. Com uma carreira diversificada, que abrange filmes publicitários e ácidas comédias autorais, ele se tornou o papa underground da animação brasileira, fazendo sucesso e escola com seu caminho torto. Guerra, em português, é o nome para war/guerre/krieg. Otto armou sua trincheira, a empresa Otto Desenhos Animados, em 1978, e desde então vem alvejando a cultura de massa e os temas infantis com as suas sátiras impagáveis.” (Animation Now: Taschen, Colonia, 2004, p. 372) 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s