jUDICIÁRIO

BOLSONARO DIZ QUE STF O JULGARÁ NO “MOMENTO OPORTUNO”. QUEM DECIDE “OPORTUNIDADE” DOS JULGAMENTOS?

O julgamento é de duas ações penais abertas  no (STF) por ataques machistas e misóginos contra a deputada Maria do Rosário (PT-RS), em 2014,  quando Bolsonaro em discurso e entrevistas disse que ela não merecia ser estuprada por ser feia.

Globo BolsonaroO STF parece ser espaço do interesse da classe dominante, mas também do fascismo que já se expressa em formas violentas pelo Brasil afora, incentivado inclusive pelas atitudes preconceituosas, machistas e misóginas do candidato Bolsonaro. Se referir ao “momento oportuno” , inadvertidamente ou não, mostra como funciona o STF. Quando se tratou de derrubar Dilma, o STF foi rápido e célere, mas para decidir sobre a devolução de seu mandato, esperamos até hoje o que já deveria ter sido feito, na medida em que  o próprio STF já não considera as “pedaladas fiscais” como sendo crime cometido por Dilma. Da mesma forma, o judiciário  comandado pelo STF foi célere com relação ao julgamento de Lula, condenando o de forma absurdamente rápida, em menos de 30 dias, quando processos como o do tucano Azeredo levaram 20 anos e os de Aécio, Alckmin e outros que tais não tem data. Vão também ser julgados no “momento oportuno”. Oportuno para quem cara pálida? A Justiça é dos ricos e os juízes se julgam acima do bem e do mal. Este “oportunismo” do STF vai levar o Brasil aos braços do fascismo.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s