Eleições/Rio Grande do Sul

O INACEITÁVEL SILÊNCIO SOBRE A FRAUDE DO PRÉ-CÂNCER EM PELOTAS/RS (Por Sandro Ari Andrade de Miranda)

fraude_pelotas

Foto: personagens, fraude iniciou no Governo do Candidato do PSDB ao Governo do Estado, Eduardo Leite.

 

advogado, mestre em ciências sociais

O que você faria se descobrisse que contraiu uma doença porque o órgão responsável pelo controle fraudou o exame? Mais do que isto, o que você faria se soubesse que o tratamento seria facilitado se o exame fosse realizado corretamente? Esta é a realidade de milhares de mulheres na cidade de Pelotas/RS que foram vítimas de uma gigantesca fraude nos exames preventivos contra o câncer de colo do útero dentro da rede municipal de saúde.

De acordo com informações colhidas na CPI instalada na Câmara dos Vereadores, o esquema funciona há 6 anos, passando pelos Governos de Eduardo Leite e de Paula Mascarenhas, ambos do PSDB, e reside na realização de exames por mera amostragem, deixando diversas pacientes sem atendimento. Embora a primeira medida da administração tenha sido a rescisão do contrato com laboratório responsável, documentos internos indicam que o problema já era do conhecimento da Secretaria de Saúde e, na melhor das hipóteses, o governo tucano local pecou por desídia.

Estudos indicam que o exame conhecido como “papanicolau” é eficiente se realizado corretamente e com a regularidade necessária, sendo de fácil acesso e disponível pelo Sistema Único de Saúde. Todavia, segundo a bióloga e professora do Departamento de Radiologia e Oncologia da Escola de Medicina da USP, Dra. Luisa Lina Villa, existe a possibilidade de 50% destes exames apresentarem problemas, como falsos-negativos, exatamente pelo descumprimento dos procedimentos, o que inclui a ausência de regularidade nos exames.

Pesa muito o preconceito, a desinformação e o machismo, motivo pelo qual muitas mulheres temem realizar os exames. Tais fatos transformam a fraude do sistema de Pelotas numa situação ainda mais grave, pois além de colocar em risco a vida de milhares de mulheres, desconsidera a situação de vulnerabilidade que as mesmas se encontramSão vítimas duas vezes, pois sofrem com a fraude e com o preconceito. É uma violência sem precedentes e que ameaça a saúde e à vida das mesmas.

Se os procedimentos fossem observados corretamente, o câncer de colo do útero poderia ser erradicado. Ainda em 2014, durante o Governo Dilma (PT), o Brasil passou a oferecer gratuitamente a vacina conta o HPV pelo Sistema Único de Saúde. Conforme informa a OMS, se 80% dos meninos e meninas forem vacinados, em 70 anos este tipo de câncer, que é terceiro tipo que mais mata mulheres em todo o planeta, poderia ser erradicado.

Com relação à Pelotas, o ex-Prefeito Eduardo Leite (PSDB), que é candidato ao Governo do Estado, conta com a complacência e o silêncio dos meios de comunicação e o abafamento da CPI, tanto que uma manobra interna vem impedindo que o mesmo seja ouvido pelos Vereadores. Enquanto isto, a população da cidade segue prejudicada, inclusive porque os principais hospitais locais também sofrem com o corte de verbas na saúde pela Prefeitura (administrada pelo PSDB) e pelo Governo do Estado.

Sandro Ari é advogado, mestre em ciências sociais

Leia também aqui no Blog os artigos a seguir clicando nos links:

Farsa em Exames pré-cancer em Pelotas coloca em risco a vida de centenas de mulheres pelotenses

MORRE MULHER QUE SERIA MAIS UMA VÍTIMA DA FRAUDE DE EXAMES DE CÂNCER NO RS

Pelotas: PF deflagra operação por fraudes em Secretaria recriada por Eduardo Leite

Estranho tucano: Pai de Eduardo Leite desconhece endereço e contato do filho

5 pensamentos sobre “O INACEITÁVEL SILÊNCIO SOBRE A FRAUDE DO PRÉ-CÂNCER EM PELOTAS/RS (Por Sandro Ari Andrade de Miranda)

  1. Como um prefeito vai saber que a alguns anos a secretária de saúde junto com o laboratório usam de o dinheiro enviado para não realizar a pesquisa de exames se não houver denúncias? Fácil criticar quero ver estar como um executivo exemplar, se a secretária de saúde estava agindo de maneira errada nao se pode afirmar que o prefeito tbm sabia, e agora só foi descoberto por causa de denuncia é ridículo afirmor que a culpa é do prefeito, a culpa é da secretaria e do laboratório que não fizeram as análises para ficar com o dinheiro isso sim.

    Curtir

    • Sério que tu achas que o gestor do municiPío não é responsável por todas as áreas? O mesmo laboratório atuava antes no muunicipio e isto não acontecia. E tem ainda o fato de que mnos de 30% das creanças de Pelotas foram vacinadas contra paralisia infantil. Não tem nada a ver com o tal laboratório. E tem o Eduardo Leite sendo vendido como gestor exemplar pela grande mídia. E temn a Segurança Pública. Nos ultimos anos dobrou o número de crimes violentos em pelotas, justamente quqnado oGoverno Municipal resolveu fazer um programa de segurança pública no município. Tudo isto na verdade tentavam ser instrumentos para dar bons números ao alcaide municipal lquando ele fosse candidato ao governo do Estado. Se a RBS fizesse jornalismo invstigativo aí, viria tudo a tona. Mas como ele é tucano, não tem investigação da RBS.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s