Mundo/Uncategorized

O mundo a mercê do império?? Presidente Equatoriano autoriza invasão de sua própria embaixada para prender Julian Assange

Forças policiais inglesas invadem a Embaixada do Equador para prender Assange. Invadir embaixada é como invadir o mesmo País. Assange além de tudo é cidadão Equatoriano, visto que tem dupla cidadania (Australiana e Equatoriana). A invasão foi no entanto autorizada pelo subseviente Presidente do Equador a serviço do império americano. Assange relevelou esquemas de espionagem e maldades realizadas pelo império americano mundo afora. Ele foi o criador do Wikileaks.

No caso do Brasil, foi ele que avisou a intensa espionagem sobre o Governo Brasileiro, o que prece não ter sido muito levado em conta a época por Dilma e outros agentes do Governo. O grampo ao Avião de Dilma, o grampo aos Telefones do Palácio do Planalto, Alvorada e outros, de onde provavelmente Moro retirou aquela gravação com a qual impediu Lula de assumir a Casa Civil de Dilma.

Bolsonaro foi bater continência ao Chefe maior ao ir na Sede da CIA quando de sua visita aos EUA. Não é Trump o Chefe. O poder imperial esta acima dele. Trump é um executor da política de transformar a maior parte do mundo numa colônioa serviçal dos americanos. E colônia aqui não é simples forma de expressão. É a realidade fática. Guerras Hibridas destroem nações inteiras por dentro mesmo, sua industria é destruida. No Brasil a FORD esta fechando fábricas e reduzindo a produção de outras. Ela é um símbolo do que outras mega industrias ligadas ao império americano estão fazendo. Retomam com vigor a produção no seu país de origem e desmontam suas filiais pelo mundo. País sem desenvolvimento Industrial, sem produção própria e desenvolvimento de tecnologias para tanto, fica dependente. O Brasil tem tudo pra ser e foi durante os governos do PT, referência de crecismento econômico, por que investia nas Industrias de Construção Civil, Construção Pesada, Construção Naval, Industria petrolífera a financiar o desenvolvimento destes outros setores, tudo rapidamente sendo desconstruído, e a origem da destruição é a Lava Jato, que ganhou apoio decisivo dos esquemas de espionagem americanos sobre o Governo Brasileiro, a Petrobras e outras grandes empresas brasileiras.

A invasão da Embaixada do Equador, com a autorização do subserviente e traidor Lenine Moreno é mais um símbolo para os povos da América Latina. O império exige subjugação total e para isto conta com serviçais presidentes como Lenin Moreno, Bolsonaro e outros que tais.

Não que Assange seja a fina flor da esquerda mundial. Ele tem os dois pés cravados naquilo que definem por “esquerda americana”, financiada a peso de ouro por Bilionários como George Soros e o Brasileiro Leman, que diferentemente da corja imperial, não querem submeter as nações a um colonialismo retrógrado, mas querem destruir as nações e submeter o mundo a uma gestão das grandes corporações privadas mundiais que dão as cartas em Davôs. Mas a sua prisão, contra toda a legislação mundial, que proíbe invasão de um país por outro, mostra que a “Ortdem” Mundial preconizada pela ONU já não esta mais valendo, pois com uma autorização títere de um Presidente subserviente, já é possível invadir outra nação, no caso, a área da embaixada de outro país.

Exigir a libertação de Assange é obrigação de todos, não pelo seu ideário, mas por que qualquer ideário não violento tem que ter o direito de se expressar livremente no mundo. Senão, cada vez mais caminharemos para a barbárie onde imperará a “lei do mais forte”. No meio do povo isto vira o “cada um por si e deus por todos”, ou seja, a barbárie.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s