Uncategorized

Mais ressentido, autoritário e insano que Jair, Mourão publica rascunho de um possível AI-6

No Diálogos do Sul

Mais ressentido, autoritário e insano que Jair, Mourão publica rascunho de um possível AI-6

Artigo de Mourão confirma que a única solução é anular o resultado da eleição fraudada de 2018 instalar uma nova Assembléia Nacional Constituinte

PAULO CANNABRAVA FILHO

Publicado em jornais e circulando nas redes sociais com os mais desencontrados comentários, artigo do general Hamilton Mourão, vice-presidente do atual governo de ocupação. O texto é estarrecedor e mais parece ter sido escrito por algum assessor da embaixada dos Estados Unidos.

Vejamos as partes que nos interessa.

1) Sobre a crise política:

“A crise política afeta toda a sociedade e esta, enquanto politicamente organizada, só pode enfrentá-la pela ação do Estado”.

O que é isso, minha gente? Tutela? Do jeito que ele coloca as coisas é sim porque parte do princípio de que a sociedade é incompetente e irresponsável, quando o correto devia colocar o Estado a serviço da Sociedade. Deixa claro quando diz

“O Brasil causando dano a si mesmo como nenhum outro… levando o país ao caos”.

Vejamos quem são os culpados de levarem o país ao caos:

“a Polarização, a Judicialização impedem o diálogo. A imprensa deve dar o mesmo espaço a favor e contrárias, pois leva ao descrédito do governo”.

Ele está se referindo às críticas que a sociedade e a mídia fazem com relação às medidas para enfrentar a pandemia. O que ele pretende é que se trabalhe só com a versão oficial.

Assim, governadores, prefeitos e cientistas estão todos na contra-mão do governo, causando caos.

O que vem em seguida é mais doido ainda. É isso, dói na alma.

2) Uso irresponsável do conhecimento político

“a degradação do conhecimento político por quem deveria usá-lo de maneira responsável”.

Quem são os irresponsáveis?

“governadores, magistrados e legisladores que esquecem que o Brasil não é uma Confederação (sic?), mas uma Federação”.

Que Federação é essa? No lugar de se referir a Constituição Federal de 1988, tem a desfaçatez de referir-se à Constituição Americana (leia-se dos Estados Unidos da América do Norte) de 1789. Quem terá escrito esse texto? Um assessor da CIA ou o próprio Steve Bannon que ofereceu a tecnologia para a fraude eleitoral.

3) Usurpação das prerrogativas do poder Executivo.

Alega que os outros poderes (judiciário e Legislativo) estão entrando na seara do Executivo, e de novo busca justificar citando James Madison, um dos teóricos estadunidenses do federalismo

Caramba! Podia ter citado qualquer um dos inúmeros constitucionalistas brasileiros, que para o bem ou para o mau, existem aos montes. Ele diz que hoje

“outros poderes, de juízes de todas as instâncias, e de procuradores, que, sem deterem mandatos de autoridade executiva, intentam exercê-la”.

Nessa parte ele entra com um autor brasileiro, igualando-o ao do federalista ianque, referindo-se à Constituição Brasileira de 1899. Esta foi a primeira depois do golpe militar que instituiu a República e é quase uma cópia, realmente, da Constituição dos Estados Unidos. Era na época, para a opinião pública, o paradigma da democracia e liberdade. Só que, de lá pra cá nós já tivemos as Constituições de 1934, 1946 e a de 1988, feitas por civis. E mais duas que foram feitas por militares a fim de legalizar o arbítrio.

4) Prejuízo da Imagem do Brasil no Exterior

“desconstrução de personalidades que tendo exercido funções relevantes em administrações anteriores, por se sentirem desprestigiados ou simplesmente inconformados com o governo democraticamente eleito”.

Mourão se refere ao manifesto publicado nos jornais e que circula nas redes, firmado por cinco ex chanceleres inclusive um ex presidente em que apontam cinco artigos da Constituição de 1988 que estão sendo violados pelo governo através do Ministério das Relações Exteriores.

O general também se refere às ações levianas, com relação à Amazônia e ao Aquecimento Global, como se o governo estivesse agindo corretamente, e fossem injustas as críticas que fazemos ao desmatamento, aos incêndios florestais, ao garimpo e mineração ilegal em terras indígenas. Temos que aceitar como certo o que eles fazem, abandonar a ciência.

O general, este sim se comporta como um ressentido e despeitado que não se conforma por ter sido punido pela presidenta Dilma Rousseff, quando na posição de comando do Exército no Sul, pregava abertamente o golpe de Estado. Ele finaliza o texto referindo-se à  desordem no enfrentamento da pandemia,  os prejuízos econômicos  e arremata:

“Há tempo para reverter o desastre. Basta que se respeitem os limites e as responsabilidades das autoridades legitimamente constituídas”.

Respeito a Constituição

Gente: O que é urgente que se faça é que as autoridades constituídas e toda a nação respeitem a Constituição de 1988, Só… mesmo mutilada, está em vigor. Se não respeitar a autoridade vai acontecer o que? prender? torturar? deportar?

Tudo que ele escreveu é, assim parece, em resposta aos pedidos de impeachment do presidente já protocolados na Câmara e a campanha em favor que está tomando as ruas. Ele deixa claro que quem realmente governa é a junta militar… que as políticas de destruição ambiental, de alinhamento automático à potência imperial, de seguir vendendo ativos e mergulhando o país na depressão, vai continuar. O capitão presidente só agitador. pode sair, não passa nada, fiquem sossegados os fascistas.que é 

Está se perdendo muito tempo. Informam que há três pedidos de anulação das eleições por fraude no Tribunal Eleitoral. Há a Comissão de Inquérito Mista das Notícias Falsas… nada disso caminha. Juntar os dados auferidos por essa Comissão aos pedidos de anulação que tramitam no Tribunal Eleitoral é um reforço necessário. Ajuda a convencer a Justiça.

Paulo Cannabrava Filho, Jornalista e Editor de Diálogos do Sul

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s