Porto Alegre/Uncategorized

ASSUSTADOR: O FIM DE PORTO ALEGRE TAL COMO A CONHECEMOS

Texto do Juiz Breno Beulter republicado do Jornal do Tola

Menos de 20 km separam Porto Alegre do local onde a empresa chinesa Zhejiang Energy Group e a Copelmi Mineração pretendem instalar a maior mina de carvão do país. A ideia soa absurda mas já há um pedido de licença ambiental e órgão ambiental estadual está acelerando o processo de análise. Locais como o Centro Histórico de Porto Alegre e o Clube Jangadeiros estão localizados a menos de 15 km de onde o carvão seria extraído. O local fica a cerca de 20 km dos bairros da Zona Norte da Capital, e a cerca de 7 Km da Ilha da Pintada e do condomínio Ponta da Figueira, em Eldorado do Sul. Todos estes locais sofreriam impacto na qualidade do ar com a implantação da mina. Nos dias de vento sudoeste, predominante em todo o inverno, a poluição do ar seria direcionada para as cidades do vale do Sinos, passando por Canoas, Sapucaia, Esteio, São Leopoldo e Novo Hamburgo. A mineração de carvão libera no ar diversas substâncias tóxicas como o H2S (sulfeto de hidrogênio), um gás incolor que pode causar irritação nos olhos e atuar no sistema nervoso e respiratório. De acordo com a concentração, pode chegar a matar um ser humano. Estas substâncias tóxicas também causam chuva ácida e afetam a fauna e a vegetação, além de prejudicar lavouras. Também causa a liberação de partículas e gases do efeito estufa como o CO2 (dióxido de carbono), que trazem prejuízos para a saúde humana, chuva ácida e danos à vegetação natural e lavouras. Estes impactos causam prejuízos econômicos à produção primária e elevam os gastos com a saúde pública. A contaminação causa ainda a acidificação do solo tornando-o inaproveitável para recuperação das funções ecológicas e para a agricultura (o que inviabilizaria no local a maior região produtora de arroz orgânico do Estado) e atinge as águas superficiais e subterrâneas que chegam ao Rio Jacuí, afetando com poluentes e metais pesados a qualidade da água que abastece municípios como Canoas, Gravataí, Cachoeirinha, Guaíba. Como o Guaíba é considerado um lago, por possuir águas represadas, a poluição da água é ainda mais preocupante atingindo a qualidade do abastecimento de Porto Alegre e de diversas cidades da região metropolitana. Na China a exploração de carvão causou a poluição massiva do ar e das águas. Imagens da população chinesa vestindo máscaras já correram o mundo e se devem à poluição do carvão. Por isso os chineses vem adotando leis ambientais mais rígidas para proteger a sua população e reduzir o uso do carvão, e como consequência empresas estão tentando transferir para o Brasil as tecnologias obsoletas que por lá já não são bem aceitas. O mundo todo está abandonando esta atividade por pressão de sociedades preocupadas com a saúde e o futuro: o Reino Unido encerrou as atividades em 2015 e em 2018 foi a vez da Alemanha abandonar o carvão. Esta seria a maior mina de carvão céu aberto do País, extraindo 166 milhões de toneladas, e isso apenas na primeira fase do projeto: na sequência viria um polo carboquímico (para usar esse carvão) que emitiria ainda mais poluição com usinas termoelétricas e indústrias de produção de fertilizantes químicos. Um pais como o Brasil com tantas oportunidades de desenvolvimento sustentável não precisa da mineração de carvão, que responde por menos de 4% da matriz energética brasileira. O Rio Grande do Sul com um solo rico para produção, clima favorável e água em abundância não precisa desperdiçar e destruir seus atributos com os impactos múltiplos e irreversíveis desta atividade. A população da Porto Alegre e municípios não precisa ter que respirar ar contaminado com gases tóxicos e pequenas a partículas de poeira de carvão, inclusive enquanto dorme, e durante o dia inteiro. E a região local não precisa perder sua produção de arroz agroecológico, motivo de orgulho nacional que gera saúde e bem estar há mais de uma década. Explorar uma fonte ultrapassada e poluente em vez de priorizar energias renováveis é um retrocesso civilizatório. Mas afetar a sadia qualidade de vida de toda e população de Porto Alegre e da região metropolitana é injustiça ambiental! Faça parte da campanha Salve o Jacuí! Esta causa precisa da tua ajuda !!!

11 pensamentos sobre “ASSUSTADOR: O FIM DE PORTO ALEGRE TAL COMO A CONHECEMOS

  1. Tá.mais edai, onde

    estão os governantes dessa terra, que qualquer empresa chega se a dona, faz o que quer e eles não fazem nada . Vai deixar tômar conta do que é nosso, gaúcho, brasileiro..Isso me da muito medo. Sou uma pessoa idosa, que amo meu estado, meu país.e não quero vê-los nas mãos de estrangeiros mal intencionados. Deus tenha piedade do povo, pq os políticos só lucram com esses absurdos

    Curtir

  2. Isso a secretaria do meio ambiente não pode permitir, os danos à saúde são enormes e irreversíveis. Querem matar aos poucos a população da Grande Porto Alegre. Os prejuízos serão infinitamente maiores do que benefícios. O povo não aceita usina de carvão aqui.

    Curtir

  3. Absurdamente, absurdo. Nossa qualidade de vida, SAÚDE, bem estar, equilíbrio do meio natureza, alimento sem agrotóxico, espaço sagrado dos indígenas …trocados por meia dúzia de mil réis! Sim, se estamos abrindo um investimento
    retrógrado, defazado…a moeda só pode ser em “patacões”.
    Nosso bem maior…a VIDA, ser trocada por uma moeda que não vale NADA.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Aqui é o Breno Beutler Junior, supostamente autor do texto.
    Isso não corresponde à realidade.
    O texto não é meu.
    Por favor retifiquem a informação.
    Obrigado

    Curtir

    • A Fonte esta ali no artigo com link e tudo. Eu só reproduzi o conteúdo no meu Blog. E a referida postagem no “Jornal do Tola”, Página do Facebook , foi compartilhada a época por mais de 5 mil pessoas. Por um acaso a recebi e republiquei quase um ano e meio depois. E o original continua lá, Como podes verificar no fim do artigo publicado por mim.

      Curtir

  5. É inadmissível que autoridades competentes permitam que se instale uma indústria dessas no nosso Rio Grande do Sul e no nosso país!!!
    Já basta este vírus maldito que está ceifando a vida de tanta gente!!!
    Que antes de instalar estas empresas, haja meios de proteger a população dos dejetos que possam prejudica-la!!!
    Salve o Jacuí!!! Salve os Gaúchos!!!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s