Rio Grande do Sul/Uncategorized

Diante da omissão de Bolsonaro frente ao aumento da pobreza, Vereadora de Passo Fundo propõe Auxílio Emergencial municipal

“R$200,00 mensais, pagos enquanto perdurar a pandemia, e que possa ser acessado pelas famílias cadastradas no Cadúnico, profissionais autônomos regularmente inscritos no órgão competente, desempregados com prioridade para as mães solo.

Do facebook da Vereadora, que reproduzo ao final do artigo:

O Auxilio Emergencial Municipal seria de R$ 200,00 e complementar ao diminuto Auxílio do Governo Federal, que além de baixo, esta 3 meses atrasado e deixará de ser pago a 22 milhões de pessoas no Brasil e milhares em Passo Fundo e no RS.

A Vereadora Eva Valéria Lorenzato usa como referência o CAD-Único, Cadastro Único da Políticas Sociais, cadastro de todas as famílias que tem Renda “per capita” de até 1/2 salário mínimo ou Renda Familiar Total de até R$ 3 salários Mínimos. Ao se reportar ao Cadastro único, a Vereadora já sinaliza uma visão diferente do Governo Bolsonaro, que tenta criar um Cadastro Paralelo através de um aplicativo de Celular e que desmerece todo um trabalho de acompanhamento realizado pelas equipes de Assistência Social de todos os Municípios do Brasil, aderentes ao SUAS – Sistema único de Assistência Social.

A Vereadora também cita o que muitas vezes passa desapercebido pelas pessoas: O Auxilio Emergencial, o Bolsa Família e outros programas sociais injetam MUITO dinheiro na Economia dos municípios, possibilitando com isto a Geração de Trabalho e Renda, já que quem recebe estes valores não vai pra Miami fazer compras e sim, compra no boteco ou mercadinho do Bairro ou na loja do centro da cidade. Só o Auxilio Emergencial de 2020 injetou R$ 111 MILHÕES na Economia de Passo Fundo. Bom para quem recebeu, mas bom também para comerciantes, trabalhadores autônomos, informais e para o Município, que manteve ou até gerou empregos e ainda tem de volta com a arrecadação de impostos.

Parabéns Vereadora por este importante projeto que com certeza não será recusado pela Prefeitura Municipal de Passo Fundo e que servirá também de exemplo para Projeto em outras cidades de nosso maltratado Rio Grande.

AUXÍLIO EMERGENCIAL MUNICIPAL ✅Protocolei nesta sexta-feira (19) uma indicação ao Poder Executivo sugerindo a criação de um programa municipal de distribuição de renda, em caráter emergencial, o qual possa ser complementar e cumulativo ao auxílio emergencial que será pago pelo Governo Federal.➡️ Nossa sugestão é de que o valor do benefício concedido pelo município seja condizente com a arrecadação municipal, mas não inferior a R$200,00 mensais, pagos enquanto perdurar o estado de pandemia, e que possa ser acessado pelas famílias cadastradas no Cadúnico, profissionais autônomos regularmente inscritos no órgão competente, profissionais liberais e pessoas em situação de desemprego, com prioridade para as mães solo.⚠️ Como já sabemos, durante os meses de abril e dezembro de 2020, o pagamento do auxílio emergencial federal injetou cerca de R$ 111 milhões na economia de Passo Fundo. Dessa forma, entendemos ser justo que parte dessa arrecadação seja devolvida à população em forma de auxilio emergencial municipal, a fim de que as/os passo-fundenses possam atravessar esse período com o mínimo de dignidade.

Leia aqui no Blog também a experiência do Município de Maricá no Rio de Janeiro

Em Maricá no RJ, a Moeda Social MUMBUCA mantem empregos e a economia local se desenvolvendo em plena pandemia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s