Água/privatização/Rio Grande do Sul

Água como direito e pública… até quando? Rodrigo Maia, Eduardo Leite e a privataria na CORSAN e na SABESP

Rodrigo Maia diz que sua prioridade no governo de SP é privatizar SABESP

A água virou commodity vendida em Bolsa de Valores e no Brasil correm para privatizar a água. No RS Eduardo Leite quer vender a CORSAN mas também esta privatizando 13 hidrelétricas da CEEE, que são os maiores reservatórios de água potável do RS. Não é diferente do que esta acontecendo no Brasil inteiro. Privatizada a água e privatizadas as empresas que a tratam e distribuem em nossas casas, alguém tem alguma dúvida de que o preço vai subir e de que com o tempo muitos ficarão sem água, ou por não terem dinheiro ou por morarem em municípios muito pequenos, que são deficitários por que o custo para a infraestrutura e sua manutenção é maior que o que é arrecadado com cobrança de taxas?

Leia a matéria a Seguir, do DESACATO:

Por Julinho Bittencourt.

O ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia (sem partido) declarou, nesta sexta-feira (21), durante cerimônia de posse da recém-criada Secretaria de Projetos e Ações Estratégicas do governo de São Paulo que sua prioridade seria privatizar a companhia de saneamento Sabesp.

A declaração foi dada ao lado do governador do estado de São Paulo, João Doria (PSDB). “O único tema que tratei mais cedo com o vice-governador Rodrigo Garcia é sobre como estava a questão da Sabesp, acho que é uma coisa simbólica. Organizar a privatização, a concessão, deixar isso organizado até o final da minha gestão (…) será uma marca importante”, disse Maia.

A declaração desencadeou alta nas ações da empresa. Suas ações ordinárias fecharam o dia com avanço de 10,86% no pregão, cotadas a R$ 36,55. Após a repercussão da fala no mercado de ações, o governo de São Paulo emitiu uma nota afirmando que a questão ainda será analisada.

A nota afirma que Maia fará parte de um comitê de desestatizações. O órgão “irá acompanhar os estudos a serem contratatados com o objetivo de analisar a Sabesp e apontar o futuro da empresa, considerando o novo marco do saneamento e a expansão dos seus serviços”.

A Sabesp é empresa de economia mista controlada pelo governo de São Paulo, que detém 50,3% do capital. A companhia de água e esgoto tem capital aberto na B3 e na Nyse, a bolsa de Nova York.

No segundo trimestre deste ano, a empresa teve receita líquida de R$ 4,59 bilhões e lucro líquido de R$ 773,1 milhões, altas de 3,7% e 104,4%, respectivamente, na comparação com o mesmo período de 2020. No ano passado inteiro, o lucro da Sabesp foi de R$ 973,3 milhões.

Com informações do Globo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s