Uncategorized

Na semana Farroupilha, ganhou corpo o Plebiscito Popular sobre Privatizações das Empresas Públicas, no Interior e na Capital dos gaúchos

O Plebiscito Popular Sobre Privatizações ocorrerá de 16 a 24 de outubro, mas a divulgação junto a população tem se ampliado e Centenas de Cidades do Interior e também Comunidades da Capital já instalaram seus Comitês e estão organizando atividades para Informação e divulgação do Plebiscito.

Tendo em mãos Edição Especial do Jornal Brasil de Fato RS sobre o Plebiscito e as absurdas privatizações que vem sendo promovidas por Eduardo Leite, lideranças, trabalhadores e jovens tem criado COMITÊS nas Cidades e realizado mutirões e Bancas para divulgar e chamar a adesão ao Plebiscto.

O Plebiscito esta sendo realizado neste formato, por que contrariando compromisso assumido na Campanha eleitoral, Eduardo Leite não só fez seus Deputados aprovarem a retirada da obrigação do Plebiscito da Constituição do RS, mas já vendeu a CEEE, que vale Bilhões de Reais, por uma bagatela de R$ 100 mil apenas, numa estranha operação, como fez aprovar, mas ainda não conseguiu realizar, a entrega da CORSAN e o desmonte de toda a atual Estrutura de Água e Saneamento do RS.

Ao descumprir suas promessas de campanha e entregando Grandes e Lucrativas empresas Públicas como a CORSAN, a PROCERGS e o BANRISUL ao Capital Privado, deixará ao desamparo centenas de municípios e milhões de gaúchos. Ou alguém acha mesmo que empresas privadas, que visam lucro, vão atender as demandas dos pequenos e distantes municípios do RS ou das comunidades mais pobres das grandes cidades, onde o custo de manutenção das Redes é mais caro que o faturamento? E alguém tem alguma dúvida de que os preços já caros da Energia pela privataria do Governo Federal, não custarão mais ainda para atender a busca de lucros das empresas privadas de energia, que já não terão mais que se regrar pela CEEE, até agora única Produtora de Energia no RS? Pois além de entregar a CEEE Distribuidora por R$ 100 mil, Eduardo Leite pretende “rifar” também as 13 Hidrelétricas que a CEEE tem no RS e com elas, entregar também os mega reservatórios de água que tem em cada uma delas?

Hoje pagamos pelo tratamento e distribuição da água. O que esta sendo feito agora, é a privatização da água em si, e portanto, além do tratamento e da distribuição, se Leite conseguir seu objetivo, logo estaremos pagando pela própria água, o que com certeza aumentará mais ainda a conta, como já acontece em alguns lugares do mundo:

Cidade que não tem água potável para o povo, mas produz muita Coca-cola que “custa o mesmo que a água”. É o preço da privatização!

Por isto o Plebiscito Popular, vem a ser um Instrumento de informação e tomada de consciência dos gaúchos gaúchas sobre a tragédia que ainda esta por vir, se se confirmarem as Privatizações planejadas pelos Bilionários e banqueiros junto com seu garoto de recados que instalaram no palácio Piratini ao enganar o povo com deslavadas mentiras, incluindo a de que não venderia o BANRISUL,CORSAN e PROCERGS.

Em Porto Alegre em vários Bairros e Vilas, jovens e militantes sociais também se mobilizaram nestes dias da Semana Farroupilha:

Laura, Liderança do Bairro Campus Velho adere e divulga o Plebiscito nas comunidades do Bairro
Ana, da Vila Pedreira também sabe e mostra importância do Plebiscito para a Comunidade
Lomba do Pinheiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s