CINEMA/Cultura/Porto Alegre

Filme VENTRE LIVRE terá Sessão comentada na Cinemateca Capitólio no Domingo, dia 8/5, dia das mães

“O país do futuro é onde as crianças engravidam? O maior país católico do mundo é onde mais de trinta mil mulheres morrem em consequência de aborto? A 10ª economia do planeta é a do país onde 27% das mulheres estão esterilizadas? VENTRE LIVRE conta um pouco da história de Vera, Ivonete, Carmen, Denise, Maria do Carmo, Marlove – pessoas que nasceram no país com a mais desigual distribuição de renda do planeta. Um documentário sobre direitos reprodutivos no Brasil, enquanto o futuro não chega.” (Casa de Cinema de Porto Alegre)”

Sessão será Domingo, dia 8/5, 17:30 horas

A Associação de Amigas e Amigos da Cinemateca Capitólio vai apresentar o filme Ventre Livre (1994), seguida de debate. As comentadoras convidadas serão a diretora do filme, Ana Luiza Azevedo, e a feminista, advogada e professora universitária Domenique Goulart. A vice-presidente da AAMICCA, Juliana Costa fará a mediação.

Sobre o filme Ventre livre: “O país do futuro é onde as crianças engravidam? O maior país católico do mundo é onde mais de trinta mil mulheres morrem em consequência de aborto? A 10ª economia do planeta é a do país onde 27% das mulheres estão esterilizadas? VENTRE LIVRE conta um pouco da história de Vera, Ivonete, Carmen, Denise, Maria do Carmo, Marlove – pessoas que nasceram no país com a mais desigual distribuição de renda do planeta. Um documentário sobre direitos reprodutivos no Brasil, enquanto o futuro não chega.” (Casa de Cinema de Porto Alegre)”

Sobre Ana Luiza Azevedo: Cineasta, roteirista e produtora, graduou-se em Artes Plásticas pela UFRGS. Integrante da Casa de Cinema de Porto Alegre desde seu surgimento, começou a carreira como assistente de direção. Como roteirista e diretora, realizou curtas-metragens e especiais de televisão, tendo sido premiada em festivais nacionais e internacionais. Seu primeiro longa-metragem veio em 2009: Antes que o mundo acabe. O seu longa mais recente, Aos olhos de Ernesto (2019), foi duplamente premiado no 23º Festival Internacional de Cine de Punta del Este, onde recebeu os prêmios de Melhor Filme do Júri Popular e de Melhor Ator, já tendo sido premiado pela crítica na 43ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.

Sobre Domenique A. Goulart: é uma feminista obstinada, mestra em Ciências Criminais, advogada, professora universitária e trabalhadora da Política de Assistência Social. Na UFRGS, onde se graduou, foi cofundadora da GRITAM – Grupo Interdisciplinar de Trabalho e Assessoria para Mulheres, do Serviço de Assessoria Jurídica Universitária da UFRGS (2016-2017). Também é sócia da Themis – Gênero, Justiça e Direitos Humanos (2020). Suas pesquisas e atuação têm por foco temas como as criminologias feministas e teorias críticas de gênero; direitos sexuais e reprodutivos no Brasil; feminismos, políticas do aborto e neoconservadorismo na América Latina.

Luiz A.T. Grassi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s