Uncategorized

“República do Pó” mostra seu Poder: Juiz se recusa a assumir o caso do helicóptero do pó

Juiz estadual recusa-se a assumir o caso, federal questiona se não é competência da Justiça Militar, e prisão em flagrante é transformada em preventiva

Pescado do Novo Jornal

Enquanto a sociedade aguarda uma resposta das autoridades, apresentando os verdadeiros responsáveis pelo tráfico de 450 quilos de cocaína utilizando o helicóptero da família Perrella, as autoridades do Poder Judiciário estadual e federal do Espírito Santo recusam-se a assumir suas funções, utilizando justificativas que não convencem.

Exemplo? Segundo fontes do TRF, o juiz federal do Espírito Santo ao receber o processo transferido pelo juiz estadual solicitou parecer do Ministério Público, indagando se o caso não seria da “Justiça Militar” sob a alegação de que o crime “ocorreu dentro de uma aeronave”.

Evidente que o crime não ocorreu dentro da aeronave, mas sim se utilizando de uma aeronave. Juristas que acompanham o caso afirmam que esta apreensão não é um fato novo, pois nos últimos anos a maioria do tráfico de drogas tem utilizado aeronaves.
Embora guardada a sete chaves, Novojornal teve acesso agora à tarde a movimentação do processo 0010730-56.2013.4.02.5001, que passou a tramitar a partir desta sexta-feira (29) na Justiça Federal capixaba, demonstrando ser verdadeira a informação de nossas fontes sobre o despacho do Juiz Federal. A versão corrente é que nenhum magistrado quer assumir o feito devido aos envolvidos.
Em Belo Horizonte, a imprensa ficou assustada com a novidade ocorrida no depoimento do deputado Gustavo Perrella, uma vez que por norma, nem mesmo os carros de delegados e agentes da PF passam pela portaria sem parar e identificar-se. Gustavo Perrella no depoimento prestado na última quinta-feira (28), dentro de um carro de vidros escurecidos passou junto com seu advogado direto pelo portão, dando a impressão que o mesmo teria sido aberto com a antecedência necessária para facilitar o ocorrido.
Opinião unânime dos jornalistas que estão cobrindo as ações da Polícia Federal na apuração da apreensão do Helicóptero, pertencente à empresa da família Perrella, que estava transportando 450 quilos de cocaína, é que o comportamento que vem sendo adotado não é comum.
Normalmente os delegados evitam emitir juízo de valor e antecipar conclusões investigatórias, o que não vem ocorrendo. Primeiro foi à informação transmitida mesmo antes de ser feito a perícia nos celulares apreendidos, assim como no GPS da aeronave sobre a ausência de suspeita de envolvimento do deputado Gustavo Perrella, agora o mesmo delegado apressou-se em informar à imprensa que a fazenda onde foi apreendida a aeronave não pertencia a um laranja ligado a “família Perrella”.
O comportamento vem passando a impressão de que existe uma tentativa em ir pouco a pouco esvaziando o caso. O piloto, co-piloto e demais personagens flagrados descarregando o helicóptero tiveram nesta sexta suas prisões em flagrante revertidas para prisões preventivas pelo juiz estadual de Afonso Cláudio ao encaminhar o processo para o TRF.
Gustavo Perrella prestou depoimento na tarde dessa quinta-feira (28) na sede da Superintendência da Polícia Federal, em Belo Horizonte. Ele foi convocado para dar explicações em inquérito aberto para investigar a apreensão dos 443 Kg de cocaína em seu helicóptero.
O deputado chegou atrasado e, para evitar mais constrangimento, seu advogado tentou que ele fosse interrogado fora da delegacia, mas a PF não autorizou.
Além dele, a irmã, sócia da empresa registrada como dona da aeronave, prestou depoimento. O outro sócio, André Costa, primo de Perrella, será ouvido em Divinópolis (MG).
Após sair da PF, o deputado não deu entrevistas. Já Kakay, por sua vez, disse que Perrella respondeu a todas as perguntas, e voltou a afirmar que o deputado foi enganado pelo piloto do helicóptero.
O senador Zezé Perrella (PDT-MG) também usou verba indenizatória do Senado para abastecer a aeronave apreendida no fim de semana passado com 443 quilos de cocaína. Desde que o pedetista assumiu a vaga de Itamar Franco (PDMB-MG), morto em julho de 2011, a Casa desembolsou mais de R$ 104 mil com verba indenizatória para custear notas de abastecimentos apresentadas pelo gabinete de Perrella, sendo que parte desta verba foi destinada ao combustível do helicóptero Robinson R-66.
A maior concentração de gastos ocorreu em 2012, ano eleitoral. Neste período, o Senado desembolsou R$ 55 mil com abastecimento para Zezé Perrella. Este tipo de gasto chegou a R$ 38 mil em 2011 e, até outubro deste ano, a Casa reembolsou o senador em outros R$ 11 mil com combustíveis.
O helicóptero apreendido por meio de operação conjunta da Polícia Militar (PM) do Espírito Santo e da Polícia Federal está registrado em nome da Limeira Agropecuária e Participações Ltda, fundada por Zezé Perrella e posteriormente transferida para seus filhos, o deputado estadual Gustavo Perrella (SDD), de Minas Gerais, e Carolina Perrella, além do sobrinho André Almeida Costa. A aeronave é a única da família.
Apesar dos gastos com o abastecimento do helicóptero, feito principalmente na Pampulha Abastecimento de Aeronaves Ltda, o Senado ainda desembolsou R$ 58 mil reais de verba indenizatória para o ressarcimento de notas de passagens aéreas apresentadas por Zezé Perrella desde que ele assumiu o cargo.
Segundo a assessoria do senador, todos os gastos feitos pelo Senado com abastecimento da aeronave, que ainda está apreendida, foram relativos ao uso do helicóptero para atividade parlamentar. A reportagem tentou falar com Zezé Perrella, mas ele não atendeu nenhum dos celulares.
O Ministério Público de Minas Gerais abriu inquérito para investigar o uso de verba da Assembleia Legislativa do estado para o custeio de combustível do helicóptero do deputado Gustavo Perrella (SDD-MG), filho do senador e ex-presidente do Cruzeiro, Zezé Perrella. A aeronave foi apreendida no último domingo pela Polícia Federal (PF) após pousar em uma casa no Espírito Santo com quase meia tonelada de pasta de cocaína.
O MP vai averiguar se o deputado usava o helicóptero, registrado como um bem de sua empresa, para fins particulares. Gustavo Perrella tem direito, como deputado estadual, a R$ 20mil de verba indenizatória. E parte dela foi destinada para financiar o combustível. Segundo o MP, se Perrella não provar que a aeronave foi usada para o mandato, o deputado será denunciado por improbidade administrativa.
“O ônus é dele, do deputado. É ele que tem que provar que está certo” disse Eduardo Nepomuceno, da Promotoria de Defesa do Patrimônio Público de Belo Horizonte.
Perrellla diz que o combustível serviu apenas para o mandato parlamentar. O deputado alega que visitava as bases eleitorais em Minais Gerais com a aeronave.

Documentos que fundamentam a matéria:

 

58 pensamentos sobre ““República do Pó” mostra seu Poder: Juiz se recusa a assumir o caso do helicóptero do pó

  1. Pingback: “República do Pó” mostra seu Poder: Juiz se recusa a assumir o caso do helicóptero do pó | O LADO ESCURO DA LUA

  2. Espero que o blog continue a dar a devida atenção ao caso, mesmo que seja apurado o envolvimento ou o NÃO envolvimento dos Perrella’s…..

    • MARCELO, concordo com vc, é vergonha mesmo, ainda pensam nesta certeza de que se são protegidos podem fazer tudo, mas esta realidade vem mudando, apos a investigação e condenação dos figurões, embora pouco tímida, mas foi exemplar, ver uns q há pouco tempo eram os maiores da cúpula politica e administrativa do pais e agora vê-los presos, é sinal que algo está mudando, tem que continuar nesta direção só os tucanos vem demonstrando esta certeza de que com eles não irá acontecer condenações, cabe ao judiciário e a policia investigatória, não curvar ao poder e a pressão do Aécio e sua cúpula, o valerioduto mineiro está parado, e ainda partem para o ataque tentando desviar o foco dos seus crimes, e isto o povo não pode deixar acontecer, o Aécio foi investigado pelo MP mineiro por desvio de mais de 4 milhões da copasa e acabou. p q. será p q, é de outro partido? isto n pode voltar a acontecer no país.

      • Não adianta fazer conjeturas, existem maus políticos em todos partidos e o problema é que eles são maioria!

  3. Com satira em comentarios:
    450 quilos de pó viram pó e o chic hlicopetero levanta vôo ajudando a espalhar o pó fazendo que o pó seja respirado por narizes inocentes da Justiça e da policia. Este pó parece pertubar o funcionamento normal da justiça e discernimento profissional da grande imprensa. O pior essa imprensa nanica teima em da noticias que se transformam em pó junto à uma opiniao publica dopada pelas novelas da Globo e por programas da televisao brasileira verdadeiro festival de besteirol.

  4. A que ponto chegamos! Por isso acho que o Brasil, apesar de ter avançado MUITO nos últimos 12 anos sob governo PT, precisa avançar muito mais. Por uma Constituinte que estabeleça, entre outras coisas, financiamento público EXCLUSIVO de campanha eleitoral e eleições diretas para juízes e desembargadores.

  5. Quero ver se fosse VOCÊ o juiz a ser colocado nesta causa. Pra você e todos os que empunham diariamente, cheios de vaidade, críticas ferrenhas, eis a verdade: a corrupção não acaba no Brasil porque para cada 10 críticos ferrenhos existe 1 corajoso o suficiente para A-T-U-A-R neste cenário, colocar a mão na massa contra a corrupção. Isso mesmo, pra quem não entendeu: é uma minoria que tem coragem de se envolver, de fato, para a mudança: entrar no Executivo, Legislativo ou mesmo o judiciário. E antes, de apagar meu comentário, pense: quem defende tão fortemente seus argumentos deve ter a humildade de ao menos ponderar sobre a opinião alheia.

    • Nao sei quem tu e? Mas sei que tem uma boa formacao e equilibrio, (FALA , CRITICAR E ACUSAR E MUITO FACIL) Eu tambem acho que colocar-se no lugar e comecar a agir, e que e complicado, Valeu acho que foi bem dada a aula.

  6. Esse brasil está podre, onde se viu, Juiz se recusando a tocar processo, só porque envolve altos políticos, e o pior hein, desta vez não é do PT, o que fazer então, pedir ajuda a Tomazzo Buscheta, ou a Fernandinho Beira Mar. Pelo visto só os traficantes pobres estão na cadeia.

  7. então…mas se blogs como este não se CALAREM…certamente mais pessoas saberão o que de fato PROCEDE…e somente a titulo de comentário….me corrijam acaso errada esteja…mas consta que forma encontrados 450kg de pasta base..o que geraria algo em torno de 50 ton. de pó…é mt mt mt mais sério que possamos avaliar….

  8. Acabei de pôr um comentário grande pra isto no Facebook – vou copiá-lo aqui e pôr um link pro thread dele no final. Lá vai…

    Agora a faceta mais interessante – e ainda bem pouco discutida – do caso do helicóptero do pó está começando a vir à tona.

    Imagino que helicópteros de políticos não costumem ser revistados, e que quando são e descobrem neles, aham, “irregularidades”, tudo costume ser resolvido com subornos e ameaças. Os dois lados têm bastante poder de barganha: a polícia pode dizer que é um caso grave, que se espera que a PF aja de forma impecável e que vão ter que molhar a mão de muita gente muito grande pra poder abafar, mas, por outro lado, se os policiais forem irredutíveis demais ou cobrarem alto demais os donos dos helicópteros _podem_ conseguir transferí-los pra PQP (“pra Ladário”, como dizia a minha mãe), ou arruinar as carreiras deles, ou até podem conseguir umas mortes misteriosas. Mas conseguir transferências de policiais e juízes, arruinar carreiras, abafar notícias, etc, são coisas que custam bem caro pra fazer… nem todos os custos são em dinheiro, mas pense: quantas vezes você poderia pedir favores grandes, difíceis e trabalhosos pra um parente seu que tem emissoras de televisão?

    Neste caso o helicóptero foi revistado e a carga foi denunciada. Porquê? Porque é que _desta vez_ algum policial que sabe que não consegue dormir direito depois de abafar um caso desses encontrou uma brecha, e os jornalistas que souberam o caso também, e isto foi parar em cantinhos da grande mídia? Quais são os riscos que estas pessoas correm? Como elas costumam ser assediadas, pressionadas e ameaçadas “em tempos normais”?

    NINGUÉM até agora está expondo quais são as formas de assédio e pressão na polícia, no judiciário e nas redações dos jornais.

  9. É, precisamos mudar o comportamento de nossas autoridades, pois não é só isso, é só ver a causa dos garimpeiros de serra pelada, que são roubados com o paio das autoridades brasileiras.Principalmente do PA sem esquecer o nosso Ministro lobão que manda em todo o esquema de corrupção e falcatrua junto com empresa colossos canadense que batem atiram em pessoas da terceira idade que são os verdadeiros donos da mina, e não tem direito algum no seu patrimônio. Temos que da um basta nisso para sempre.

  10. Um fato importante não está sendo levado em cota:
    A policia federal ou qualquer outra policia não faz “blitz” em helicópteros como ocorre com veículos nas estradas.
    Esta apreensão é resultado de investigação da PF ou alguma denuncia anônima.
    Se for investigação, quem eram os investigados: a aeronave? O proprietário da fazenda? O piloto? Os receptores? Ou o deputado?
    Agora de onde saiu a ordem da abordagem da aeronave? Qual motivo teve a PF de faze-la ?
    Isso tem que ser esclarecido rapidamente para se começar o entendimento do caso.

    • Henrique é certo que o caso fazia parte de investigação, mesmo por denúncia a PF não atua sem investigar e ter provas.
      Você tocou em um ponto crucial dessa questão, quem era investigado nesse caso? Cade os grampos telefônicos?
      Sou PT, e sou totalmente contra o mensalão óbvio, mas quero deixar outra pergunta.
      A PF querendo ou não se reporta ao Ministério da Justiça, essa arapuca será que não foi feita pelo próprio PT? Como retaliação pela condenação da Alta Cúpula?

    • amigos do face, só tenho uma certeza, a maioria dos homens e mulheres com mandatos e obvio, com poder, estão com certeza envolvido em atitudes impróbias, pois o poder propicia esta triste realidade, roubar o dinheiro publico fica facil e passa para estes, e quando falta caráter fica pior ainda. por isto tenho esta certeza se investigar qualquer membro dos parlamentares e judiciarios, vamos defrontar com esta vergonha, mas vamos cobrar igualdade e investigar todos os envolvidos em suspeita de crime, do pt. do psdb e todos os partridos politicos do judiciario, o Joaquim Barbosa, que começou a ser comentado e foi blindado, será pq. vamos pensar nestas interrogações e cobrar da autoridades, principalmente o Ministerio Publico, que tanto brigou para manter o poder de investigar. instrumentos e estrutura o MP tem falta ser parcial, n só pegar as sardinha e aparecerem na midia. é esta a bandeira a ser levantada nas ruas, sem baderna. gostaria de convocar as pessoas de carater, para entrar na luta desta causa. investigar desde o mais pobre até o presidente do STF. aí o pais livrará desta praga que mata e aniquila toda uma população sem privilegios. eis aí a questão crucial da desigualdade social brasileira, poucos ganham muito e ainda locumpleta com o dinheiro desonesto e milhares ganham pouco ou nada pasando fome e privações.

  11. Não consigo imaginar o porque dessa atitude! Porque será? Porque? Porque?Porque?Porque?Porque?Porque?Porque?Porque?Porque?Porque?Porque?Porque?Porque?Porque?Porque?Porque?Porque?

  12. mais uma vez vemos q os políticos de minas gerais ñ devem nada aos politicos de outro estados, usam dinheiro público para seus gastos pessoais, ou seja, roubando e dizendo q isso é legal, e ainda metidos no tráfico de cocaina e quando pegos ñ sabem de quem é a droga, mais uma vez vamos ver tudo acabar em pizza, infelizmente, tenho vergonha dos politicos, de mkinas gerais.

    • MOZAIR concordo com vc, a descoberta de que a aeronave era abastecida com dinheiro publico, de deputado fica claro, q só nesta afirmativa já é motivo de cassação do mandato, a lei proíbe este tipo de despesa, abastecer veiculo particular, com o erário é crime independente da destinação do meio de transporte, e o objetivo da lei é clara, assim sendo não tem como controlar se este ato é usado para fins publico ou interesse particular, imagine a hipótese, abasteço meu caro ou aeronave com dinheiro público, e desloco a um determinado lugar a serviço do mandato, teria que gastar todo o combustível nessa tarefa, correto! quem vai controlar esta aplicação. é impossível, por isto há vedação da lei, para n ser usado dinheiro público em atividades particulares. as prefeitura esta cansada de serem processadas por esta pratica segundo DL 201, mais esta lei ´só atingem os prefeitos e vereadores infelizmente. e é de certa forma uma injustiça contra estes, poi é o elo mais fraco da corrente politica e a q mais trabalha e é cobrada pelo povo. vamos mudar este conceito e cobrar responsabilidade das autoridades .

  13. A PF querendo ou não se reporta ao Ministério da Justiça, será que essa arapuca não foi feita pelo próprio PT? Como retaliação pela condenação da Alta Cúpula no processo do mensalão?

    Não quero dizer com isso que é forjado, até por que acontece muita coisa que nem fazemos ideia, mas que entre eles, eles fazem de conta que não viram.

    • amigo, fico triste qdo vejo este tipo de comentário, hoje tudo que acontece dizem estar ligado ao pt, veja um ex. o valerioduto petista desviou 55 milhões do erário publico, o prefeito de maringá, do PSDB, desviou 500 milhões, e não é citado em nenhuma mídia, por que, será que os dinheiros públicos são diferentes um vale menos que o outro?. pelo q disse foi o pt que colocou a cocaína dentro da aeronave, pensa nisto e muda de atitude, todos os seguimentos sociais, tem maus e bons elementos, n podemos generalizar, cabe aos órgãos responsável investigar e punir, com rigor estes canalhas q mancham o nome dos poucos políticos e magistrados q merecem nosso respeito. pensa nisto moço!!!!

  14. Vamos por parte.
    Não importa o partido político envolvido. Importa que, houve uma lesão grave de conduta social praticada por e amando de quem? Se a PF “abriu” as pernas isso tem dedo do Ministro da Justiça, mais um Zé nessa lama, que é mandatário hierárquico. Se o juiz também “abriu” as pernas cabe investigação do CNJ presidido pelo Ministro Joaquim Barbosa.
    Esse blog está faltando informação.
    A punição deverá ser para todos que infringem ou infringirem Leis Penais e DANE-SE o Partido Político.

  15. Não sei porque tanta surpresa e indignação! Os cartéis das drogas sempre foram poderosos (e continuarão a ser) porque entendem e conduzem o negócio com visão sistêmica. Movimentam o correspondente ano ao terceiro maior PIB do planeta. Melhor do que qualquer empresa expandem seu crescimento horizontal e verticalmente.E para isso contam com sócios estratégicos ou promovem joint ventures (joint !!! hahaha!!) não apenas na política, mas também no sistema financeiro mundial, na diplomacia, nas autoridades policiais internacionais e principalmente nos judiciários alhures.
    Tá tudo dominado! (sem pagar royalties para os marginais que forjaram a expressão).

  16. Nilo, veja a frase da Corregedora Nacional do CNJ, ELIANA CALMON

    “Não tenho medo dos maus juízes, mas do silencio dos bons Juízes, luto pela magistratura seria, que não pode ser confundida nem misturada com meia duzia de vagabundos infiltrados na magistratura”,

    aí nesta fala acrescento o legislativo e o executivo, onde certamente está mais corrompido e é mais fácil entrar pois é o povo quem coloca estes elementos e o poder maior, o econômico, propicia este aceso, o povo é manipulado e comprado de acordo com os interesses destes canalhas, e este é o maior e mais difícil elo de mudança, pois a miséria cada vez maior facilita estes canalhas de se elegerem e depois de eleito fazerem leis que mantem esta situação cada vez pior, tornando um ciclo vicioso de difícil reversão, pensa nisto moço!!!!!!!!!, ano q vem tem eleições, vamos conscientizar o povo, é difícil mas n impossível.

  17. não consigo entender, o helicóptero a fazanda, é propriedade dos parrella, o piloto é funcionário dos parrelas, porque que só a cocaina não é deles.para mim são todos ladrões, corruptos principalmente esse juiz que não quer se aprofundar no caso. ladrões todos.

  18. Bom pessoal só tenho a comentar que por vezes tenho vergonha de ser brasileira. Nesse caso vamos chegar à seguinte conclusão: o helicóptero é do deputado, a droga estava no helicóptero, sem combustível o helicóptero não poderia voar, o combustível gasto pelo deputado é pago pelo povo, conclusão cristalina, transparente, o deputado é inocente, a droga é do povo. Dá uma tristeza pensar que isso vai continuar…

  19. A pergunta que não quer calar: De quem é toda essa droga?
    Fica, fica caladinho… E assim, os helicópteros de donos poderosos e blindados, cheios de cocaína, continuam a voar impávidos pelo Brasil afora. Se certos pilotos “abrirem o bico” a “jiripoca vai piar”; tenho a leve e insuspeita impressão de que breve vão apagar certos “arquivos vivos”.
    Quem terá financiado essa “baba” de quatrocentos e quarenta e cinco quilos de cocaína; que tem um valor no mercado da droga de R$ 4.500.000,00? Será que o salário do piloto daria pra bancar toda essa “partida de coca”?

  20. Sempre digo que os principais traficantes são poderosos. A polícia sempre procura na periferia. Na periferia estão os pequenos que fazem o comércio “formiguinha”. Vejo, agora, que em partes tenho razão. Transportam a droga de helicóptero e avião. Só quem tem muito dinheiro tem esse tipo de transporte. E agora como vai ficar as punições? As punições são para determinados partidos e para determinadas pessoas?

  21. Enquanto isso aqui no Brasil, o pai pobre que rouba uma bolacha no supermercado para não deixar seu filho morrer de fome – vai preso ver o sol nascer quadrado.

  22. Se a justica dos tribunais nao forem feitas, vamos da resposta nas urnas. Um sera candidato a presidente, outro senador, outro deputado, que sejamos conciente…

  23. Pingback: Novo Jornal traz novidades sobre helicóptero do pó | TIJOLAÇO | “A política, sem polêmica, é a arma das elites.”

  24. pois bem. este é o país que presa pela justiça e igualdade. Pois na verdade convivemos em um Estado Democratico de direito. pelo que nos é transmitido, se a propria justiça começa a se omitir em tal situaçao, coitado dos desprovidos de garantias processuais. Diante de tal situaçao, estamos em uma SINUCA DE BICO.

  25. Interessante, do ponto de vista jurídico, a discussão acerca de qual Justiça seria competente para exercer a atividade jurisdicional: a Justiça Federal ou a Justiça Estadual. Segundo a Constituição Federal de 1988, compete aos Juízes Federais de primeiro grau processar e julgar os crimes cometidos a bordo de navios e aeronaves. Não sendo a competência da Justiça Federal, reconhece-se a competência da Justiça Estadual (residual). No presente caso tenho que (ao menos em princípio) a competência é da Justiça Estadual, pois o crime de tráfico já vinha sendo praticado em momento anterior ao uso da aeronave. Todavia, não há como negar, também, que a fase executiva do “iter criminis” tocou o interior da aeronave. Agora, caso o senador seja formalmente acusado pelo Ministério Público (Procurador Geral da República) a questão se tornará mais tranquila, pois, sem qualquer sombra de dúvidas, todos os possíveis criminosos deverão ser julgados diretamente pelo Supremo Tribunal Federal. Com todo o respeito à opinião do autor (que nos brindou com importantes informações), do ponto de vista jurídico a questão é “truncada”. Não é de clareza solar a competência da Justiça Federal ou da Justiça Estadual. O “conflito negativo de competência” é razoável e, pelo o andar da carruagem, quem o decidirá será o Superior Tribunal de Justiça.
    A resolução o quanto antes desse conflito é de suma importância, pois caso os possíveis delinquentes sejam processados em Juízo Incompetente, atos processuais poderão ser anulados.

    • Caro Rafael

      Note o detalhe de que nem a justiça estadual e nem a federal querem assumir. E pelo que se vê na mídia, esta também faz questão de esconder ou deslegitimar o fato de que Os Perrellas são donos do Helicóptero, donos da Fazenda, são patrões do piloto, que é até “Cargo de Confiança” deles na Assembleia de Minas, que aliás paga pelo combustível da dita aeronave, mas eles não são arrolados como potenciais proprietários da droga. Já o Piloto, envolvido confesso, acaba de ter relaxada a sua prisão. Há algo estranho no ar.

  26. Não se esqueçam que todo político bem sucedido e de expressão social,econômica tem inimigos,invejosos de plantão…que é possível maquinar e prejudicar a imagem de qualquer cidadão…analisemos o contrário…é fácil tirar conclusões precipitadas de antemão sem provas que comprovem a verdade.

  27. Pingback: Na terra do Aécio, jornalista que fala a verdade vai para a cadeia | Luizmuller's Blog

  28. Pingback: A república do pó (2): O helicóptero do pó corre o risco de virar pó. E graças ao MP… | Luizmuller's Blog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s