Uncategorized

Argentinos vão às ruas defender “Ley de Medios”

Muita inveja do povo Argentino, que elegeu Cristina Kirchner e ela fez a Ley de medios, ou seja, regulou a mídia argentina para que jornais, revistas e televisões parassem de atacar a nação com suas mentiras e artimanhas golpistas. Lá, uma semana depois da vitória da direita, milhares de pessoas foram as ruas para garantir a Ley de Medios, que Macri queria revogar, conforme mostra a matéria do   , publicada  no TIJOLAÇO e reproduzida logo a seguir. Será que a Dilma, com o reforço popular que teve no dia 16 de dezembro, terá finalmente coragem para retomar a discussão da Lei dos Meios de Comunicação, que tentam permanentemente golpear o governo e a nação?

medios

Enquanto nós acompanhávamos aqui a batalha do impeachment, na vizinha Argentina, uma semana depois da posse do governo de direita, as ruas já se enchiam de povo para tentar proteger as conquistas dos últimos anos;

20 mil pessoas fizeram manifestação diante do Congresso em defesa da “Ley de Medios”, que desfez o controle monopolístico dos meios de comunicação naquele país.

O ministro de Comunicações do presidente Maurício Macri, Oscar Aguad, disse que a lei não vai  continuar a existir e a rua começou a dizer que vai.

Ontem mesmo, um juiz anulou a decisão da Autoridade Federal de Serviços de Comunicação Audiovisual – uma espécie de agência para o setor, cujos dirigentes têm mandatos, como nas nossas, aqui – que previa a reestruturação do Grupo Clarín – o maior conglomerado privado de mídia  do país – segundo os critérios da “Ley de Medios”.

Embora a reorganização vise limitar o controle de veículos de comunicação por uma mesmo grupo, o Clarin usa alguns de seus empregados “medalhões” como proponentes da ação, para invocar o direito a liberdade de imprensa como sustentação de suas intenções.

As recentes nomeações de juízes para a Corte Suprema por decreto, atropelando a necessidade de aprovação do Congresso – onde Macri não tem amioria –  é vista como uma preparação para tentar anular “no tapetão” as medidas de limitação ao poder econômico da mídia.

Um pensamento sobre “Argentinos vão às ruas defender “Ley de Medios”

  1. Pingback: Argentinos vão às ruas defender “Ley de Medios” | Q RIDÃO...

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s