Brasil/CINEMA

Sinopse: “O outro lado do paraíso” (Por Sérgio Lima de Oliveira)

SérginhoA partir desta semana o Blog publicará a Coluna de Sérgio Lima de Oliveira (Sérginho), que segundo ele próprio se auto define : “Amante do Cinema e deixa qualquer coisa por um bom filme. Aprecia também filosofia. E a convite, resolveu escrever sobre cinema para o Luiz Müller Blog”. Inicialmente a coluna será publicada todas as sextas-feiras no blog.

O-Outro-Lado-do-ParaIso‘O outro lado do paraíso’, lançado nos cinemas desde início de junho, é um dos mais importantes filmes nacionais do ano. Ganhador de 12 prêmios em festivais no Brasil e no exterior. Trata de fatos reais, baseado na autobiografia de Luiz Fernando Emediato, curiosamente, ele próprio aparece como produtor do filme. 

Dirigido pelo cineasta André Ristum, segundo longa-metragem em sua carreira. O enredo trata da história de uma família do interior mineiro, cujo paí, Antonio Trindade (Eduardo Moscovis) sonha encontrar o lugar perfeito, tal qual, “Evilath” mencionada na Bíblia, e, ao mesmo tempo, alí, construir o futuro de sua gente. 
A história se desenvolve com a narração do filho, Nando (Davi Galdeano), de 12 anos.  É, ele, o personagem quem conta a história do pai, imbuído de orgulho,  amor, admiração, daquele filho para com o “sonho/loucura” de seu pai. 
Nando tem, também, um sonho, se tornar um dia: escritor. 
Antonio Trindade se vira como pode para garantir o sustento da família, provando dos mais árduos trabalhos; como o garimpo, dentre outros bicos. 
Atraído pela abundante oferta de emprego prometida com a construção da nova capital federal, Brasília. E, entusiasmado com as propostas de reformas do presidente João Goulart, saí de Minas Gerais, com a mulher Nancy (Simone lliescu) e seus dois filhos, Nando e Suely (Camila Márdila, de “Que Horas Ela Volta), para tentar realizar naquela cidade, ainda em construção, o maior sonho de sua vida: achar o paraíso na terra. Mas o sucesso de Antonio no trabalho, os amores de seus filhos e as esperanças da mãe Nancy são interrompidos, drasticamente, com golpe militar de 1964. A paradisíaca “Evilath” arruína-se com a tomada do poder pelos generais. 
Antonio e seus colegas (padre Alberto, e o sindicalista Jorjão) são levados presos pelos militares.

Solto, pouco tempo depois, pelo sogro, Simeão Emediato (Jonas Bloch), retorna para sua minas.

O filme conta, com uma bela trilha sonora de autoria de Patrick De Jongh. E, ainda, a participação especial de Milton Nascimento, interprete da canção original, composta por De Jongh. Além de solfejos suaves,  pontuando cenas diversas,  na voz aveludada de Milton, ele, também,  toca sanfona, violão e cavaquinho, multi-instrumentista que é. 
Por fim, ‘O outro lado do paraíso’, estreia no momento em que vivenciamos , assim como em 1963 (com as reformas de base propostas pelo presidente Jango), uma iminência de golpe!. 
Não perca! Heim!
 
Curiosidades:

– Utilizaram-se também imagens do histórico documentário “Brasília – Contradições de uma Cidade Nova, de Joaquim Pedro de Andrade. 

– Imagens jornalísticas de Jean Manzon, tanques de guerra e soldados nas ruas de Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro,  logo após o golpe militar, ocorrido na madrugada do dia 1º de Abril de 1964. Além de recursos de computação gráfica para reconstruir o ambiente de Brasília, cidade em construção.
 
– O filme é baseado no livro infanto-juvenil homônimo e autobiográfico do escritor Luiz Fernando Emediato, publicado em 1981.
 
– Parte das filmagens foi realizada no Polo de Cinema e Vídeo Grande Otelo, em Brasília. Uma cidade cenográfica de quase 20 mil m2 foi construída no local (no caso a cidade satélite de Taquatinga, como era há 50 anos, onde viveu a família de Emediato, em 1963).
– Operários brasilienses trabalharam como figurantes na produção.
 
– A produção faz parte da programação do Festival do Rio 2014.
 
– O longa movimentou mais de 2 mil figurantes.
 
– O filme teve um orçamento de R$ 7 milhões.
 
Elenco:
 
Antonio Trindade, pai – (Eduardo Moscovis)
Nando, filho – (Davi Galdeano)
Nancy, esposa – (Simone IIiescu)
Suely, filha – (Camila Márdila)
Ricardo, soldado – (Iuri Saraiva)
Iara, filha da professora – (Maju Souza)
Iolanda, professora – (Adriana Lodi)
Simeão Emediato, avô – (Jonas Bloch)
Marina, alfabetizadora de adultos – (Stephanie de Jongh)
Alberto, padre – (Murilo Grossi)
Jorjão, sindicalista – (Flávio Bauraqui)

 

Direção:

 

André Ristum, o mesmo de Meu País (2011)

 

Trilha Sonora:

 

Patrick De Jongh com participação especial de Milton Nascimento.

 

Outras informações: 

 

Estreia DVD: 27/07/2016

Duração: 100 min.

Distribuidor: Europa Filmes

Classificação: 10 anos

Gênero: Drama

Um pensamento sobre “Sinopse: “O outro lado do paraíso” (Por Sérgio Lima de Oliveira)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s